Finalmente! Toyota Supra regressa

O construtor japonês deu finalmente a conhecer o seu novo e tão aguardado desportivo, o Toyota Supra. Motor seis cilindros e distribuição de peso perfeita.

Já não era sem tempo… fartamo-nos de ver teasers e mais teasers sobre o regresso do Toyota Supra que tardou a chegar. A quinta geração do lendário desportivo da Toyota é também o primeiro modelo GR global a ser produzido pela GAZOO Racing. O modelo fez a sua estreia europeia no Salão do Automóvel de Genebra

A garantir uma experiência de condução apaixonante e pura está um bloco de seis cilindros em linha a dar tração às rodas traseiras. A marca garante agilidade e precisão no comportamento. Para isso contribui uma curta distância entre eixos, as vias mais largas, o reduzido peso e o baixo centro de gravidade. Para além disso a distribuição de peso é de 50/50.

O motor 3.0 litros com 340 cv e 500 Nm de binário, proveniente da BMW fruto da recente parceria entre os dois construtores, está acoplado a uma caixa automática de oito velocidades.

A Toyota Gazoo Racing desenvolveu o novo Supra com testes na mítica pista Nürburgring Nordschleife. Partilhando também plataforma com o BMW Z4, o novo Toyota Supra transporta a herança dos desportivos do construtor japonês. O capot longo e a curta distância entre eixos com uma carroçaria compacta destacam-se.

Supra com interior desportivo

No interior é garantida uma posição de condução baixa e um cockpit virado para o condutor. O ecrã da instrumentação é de 8,8 polegadas, com o conta-rotações de efeito 3D e indicador da transmissão no centro. À esquerda há um mostrador digital de velocidade e à direita a informação de navegação.

O painel de controlo do ar condicionado está montado na parte alta da consola e no topo existe outro ecrã de 8,8 polegadas com comando tátil ou através de um botão rotativo.

Está disponível a função launch control, que catapulta o Toyota Supra para os 100 km/h em apenas 4,3 segundos.

Todas as versões do Toyota GR Supra vendidas na Europa são equipadas com um diferencial ativo que opera na aceleração e na desaceleração, podendo ser ajustado de zero até 100%.

As primeiras unidades do novo Toyota Supra deverão ser entregar depois do final do verão, em setembro. Para a Europa só virão 900 unidades, neste primeiro ano de lançamento.

Versões Corolla

O novo Toyota Corolla está a chegar ao mercado. Em Portugal iremos conhecê-lo de perto ainda este mês de março. Em Genebra a marca aproveitou para revelar já duas edições especiais do novo modelo que regressou ao nome Corolla, deixando para trás o nome Auris.

O Corolla GR Sport é o segundo modelo a integrar a gama GR Sport da Toyota, depois do Yaris. Está disponível com motorizações híbridas 1.8 e 2.0 litros, com detalhes exclusivos e bancos desportivos específicos. Chega à Europa em janeiro de 2020.

O Corolla TREK é uma versão do Corolla Touring Sports vocacionada para atividades ao ar livre, assumindo um estilo de crossover. Estará disponível com as mesmas motorizações híbridas. O nome resulta da parceria entre as duas marcas, que possuem valores ambientais semelhantes para oferecer soluções complementares de mobilidade. Fundada em 1976, a Trek Bicycle é uma das marcas de bicicletas mais populares do mundo, vendendo atualmente no mundo cerca de 1.5 milhões de bicicletas por ano. A Toyota Corolla TREK chega à Europa em agosto deste ano.

Prius também se renova

O primeiro automóvel híbrido de produção em série também teve algum destaque em Genebra com uma renovação ao nível dos interiores e do equipamento. A principal novidade é um novo sistema inteligente de tração às quatro rodas. O AWD-i é opcional na nova gama Prius e ajuda o condutor em situações de necessidade de maior tração e apenas a velocidades reduzidas.

Para além disso o novo Toyota Prius recebeu algumas atualizações no estilo com novos faróis bi-LED, novos grupos óticos traseiros e novo desenho de tampões (15″) e jantes de liga leve (17″). Assente na plataforma Toyota New Global Architecture (TNGA) o Prius tem agora linhas mais baixas e uma melhor aerodinâmica.

O motor elétrico é compacto e eficiente, e produz 5,3 kW, gerando 570 Nm de binário. O Toyota Prius é ainda o líder da Toyota em emissões de CO2, com 99 g/km em ciclo WLTP, e um consumo de combustível de 4,4 l/100 km.

Aygo x-cite já em maio

Por fim a Toyota apresentou mais uma versão especial mas desta vez no mais pequeno dos seus modelos, o Aygo. Com uma cor laranja e tejadilho em preto, o Aygo x-cite tem um aspeto ainda mais jovem e atrevido. No interior contrastam as aplicações em preto piano com as saídas de ventilação, friso das portas e rebordo dos tapetes e bancos na cor alaranjada, que dão continuidade à combinação de cores exterior.

Em 2018, o Aygo esteve entre os modelos mais vendidos do segmento A, após uma profunda renovação para a atual geração, com mais de 91 700 unidades na Europa e uma quota de mercado de 7,4%. Em Portugal as vendas foram de 716 unidades, com uma quota no segmento de 4,2%.

O Aygo x-cite conta também com o económico motor 1.0 VVT-i, que se tornou mais potente ─ 72cv. O motor de três cilindros e 998 cm3 apresenta consumos de apenas 5,0 l/100 km e emissões CO2 de apenas 114 g/Km, já de acordo com o ciclo WLTP.

Siga-nos no Instagram e acompanhe as outras novidades do Salão de Genebra