Abarth 695 Rivale – O requinte do escorpião!

O Abarth 695 Rivale é um puro escorpião, pronto para a picada “fatal”, mas com um aspeto disfarçado de barco de luxo e algum requinte interior.

Carlo Riva e Carlo Abarth, duas lendas italianas e incontornáveis pela excelência na inovação e no fabrico do melhor em cada uma das suas áreas. O primeiro nos iates de luxo desde 1842 com sucesso alcançado nos anos 20 e 30, e o segundo nos automóveis desde 1949, com a glória nos anos 50 e 60. A união dos dois deu este endiabrado Abarth 695 Rivale.

Umas mais que outras mas as versões especiais do pequeno escorpião são uma constante desde que o grupo Fiat decidiu ressuscitar a marca com os modelos 500 da Fiat convertidos em pequenos desportivos que têm a capacidade de criar sorrisos.

Rivale com inspiração Riva

Uma das mais recentes versões da casa do escorpião é esta 695 Rivale, alusiva à empresa fabricante de iates de luxo, a Riva. É aqui que nasce a inspiração para as duas cores de carroçaria separadas por uma linha cor de água-marinha, bem como para um interior onde o friso e o comando da caixa de velocidades, inspirados na madeira aplicada aos iates de luxo da marca italiana, assumem um papel de destaque.

Na prática entendemos que a marca do escorpião podia ter ido mais longe com esta associação, conseguindo um interior ainda mais exclusivo e, acima de tudo, melhorado em termos de materiais e qualidade já que esta é até uma versão limitada; aliás, a chapa personalizada é fixada com parafusos idênticos aos utilizados na construção dos iates Riva. O resto do conjunto é completado com os interiores em pele azul, incluindo o chão, e mais um ou outro pormenor.

Muito mais do que apenas um Abarth requintado

Colocada de parte esta questão, provavelmente subjetiva, há que explorar as outras características deste Abarth 695 Rivale, já que felizmente não é apenas um Abarth com a mania que é um barco de luxo. De série o 695 Rivale traz um escape Akrapovič e um filtro BMC de altas prestações que lhe conferem uma “voz grossa” e que, em modo Sport, entusiasma. Para além de notas de escape bem audíveis e exuberantes, o acelerador fica mais responsivo e a direção mais precisa, mas a posição de condução mantém-se, e sabemos que é a mesma do Fiat 500… Os bancos também poderiam ter um melhor apoio, afinal sempre temos 180 cv que querem ser explorados em curva.

O coração do escorpião

O motor 1.4 l turbo tem uma boa resposta e uma caixa, de apenas cinco relações, muito longa. Em estrada o Abarth 695 Rivale tem energia para dar e vender, e o efeito de torque steer na direção é constante quando não há controle do pé direito, no entanto o sistema de controlo de tração (TTC) é eficaz na sua tarefa, e imprescindível com o piso molhado. As suspensões Koni com molas Eibach são naturalmente focadas no comportamento, e claro está, que prejudicam o conforto em irregularidade. Compromissos…. em prole da eficácia! Os travões Brembo cumprem sem críticas, mas a “magia” é feita pelo diferencial autoblocante mecânico opcional – 1900€ – que garante um comportamento de excelência para o pequeno Abarth.

À semelhança da elegância inquestionável dos iates Riva, o Abarth 695 Rivale é não só um pequeno e irrequieto “brinquedo” para o prazer de condução, como um automóvel que transpira estilo e elegância, e que gostámos (muito) de conduzir.

Abarth 695 Rivale 19
in Escape Livre Magazine Nº73

Resumo

Cilindrada: 1368 cm3

Binário Máximo: 250 Nm

Potência: 180 cv

0-100 KM/H: 6,7 s

Velocidade Máxima: 225 km/h

Combinado: 6 l/100 km

Registado: 9,6 l/100 km

Emissões CO2 : 171 g/km

Base: 33 433€

Ensaiado: 37 283€

Som do escape e resposta do motor

apoio lateral dos bancos e detalhes interiores