Volvo e Northvolt abrem fábrica de baterias em Gotemburgo

A Volvo e a Northvolt vão fazer uma fábrica de baterias capaz de produzir 50 GWh por ano, suficiente para fornecer meio milhão de automóveis por ano.

A Volvo e a Northvolt vão fazer uma fábrica de baterias capaz de produzir 50 GWh por ano, suficiente para fornecer meio milhão de automóveis por ano. Segundo anúncio conjunto da Volvo e da Northvolt, a nova fábrica de baterias com capacidade de produzir 50 GWh por ano será erigida em Gotemburgo, Suécia. A nova unidade de produção vai gerar 3 mil postos de trabalho e terá uma capacidade de produção de 50 GWh, suficiente para equipar 500 mil veículos.

Volvo Northvolt battery plant Gothenburg

Baterias para a Volvo e Polestar

Esta fábrica da Volvo e da Northvolt produzirá células de baterias para serem utilizadas nos pacotes de bateria dos modelos da Volvo e da Polestar 100% elétricos. Ambas as empresas confiam que em 2025 a nova fábrica esteja a funcionar a pleno vapor.

a nossa parceria com a Northvolt para a produção de células de baterias é fundamental para as nossas ambições estratégicas no que toca à eletrificação

Hakan Samuelson, CEO da Volvo

Por isso mesmo, a Volvo e a Northvolt recrutaram Adrian Clark, antigo executivo da Tesla, para liderar a sua “joint venture”. O investimento será superior a 2,8 mil milhões de euros e a Volvo acredita que 50% das suas vendas será feita com carros 100% elétricos em 2030. 

Lembramos que a Northvolt produziu, pela primeira vez, uma célula de bateria na giga fábrica de Skelleftea, Suécia. Tornou-se, assim, na primeira empresa europeia a conceber uma bateria na Europa.

A empresa nórdica afirmou em dezembro que assegurou mais 25 mil milhões de euros de contratos com construtores como a BMW ou a Volkswagen. 

Subscreve a nossa Newsletter "Livre Trânsito"!