Toyota RAV4 Plug-in. Mais potente, e mais económico de sempre

O Toyota RAV4 Plug-in é o novo porta-estandarte dos modelos híbridos da marca japonesa, oferecendo uma combinação de potência e eficiência ímpares na sua classe.

O precursor do segmento SUV, que acumula mais de 10 milhões de unidades vendidas em todo o mundo, rendeu-se à tecnologia híbrida plug-in. Eis que chega o novo Toyota RAV4 Plug-in, o segundo modelo híbrido plug-in da marca japonesa – depois do Prius. Baixas emissões e consumos, naquele que passa a ser o RAV4 mais potente de sempre.

Eficiência e potência, de mãos dadas

Graças ao vasto know-how desenvolvido nos últimos anos na tecnologia híbrida, o Toyota RAV4 Plug-in integra um sistema híbrido mais potente que no RAV4 Hybrid, com alterações que otimizam o desempenho em contexto de híbrido plug-in.

Montados no eixo dianteiro, o Toyota RAV4 Plug-in dispõe de um motor térmico, o 2,5 l Dynamic Force de 185 cv, e um motor elétrico de 134 kW, ao passo que sobre o eixo traseiro trabalha um motor elétrico de 40 kW.

Yaris Cross, o “mini RAV4” da Toyota para a selva urbana

Toyota revela o seu novo SUV híbrido do segmento B, o Yaris Cross. Apresenta características exteriores mais robustas de um verdadeiro SUV.

Ler mais

Este conjunto faz com que o Toyota RAV4 Plug-in seja o mais potente de sempre, com 306 cv de potência e uma aceleração dos 0-100km/h em apenas seis segundos.

A alimentar os motores elétricos sob o piso, e de forma a manter um baixo centro de gravidade e sem afetar o espaço no habitáculo, está uma nova bateria de 18,1 kWh, melhorada para obter o melhor rendimento e potência.

Os dados de homologação final indicam 22 g/CO2 e apenas 1,0 l/100 km (ciclo WLTP combinado), com uma autonomia elétrica de até 98 km (ciclo urbano). Tudo isto com uma velocidade máxima de 135 km/h, sem requerer o auxílio do motor térmico.

Modos de operação e condução

Tal como no RAV4 Hybrid, e de série, o RAV4 Plug-in dispõe de sistema de tração integral inteligente AWD-i, que permite uma utilização até mesmo em modo EV, em qualquer tipo de piso.

Além disso, o novo RAV4 Plug-in em quatro modos de operação diferentes para tirar partido do sistema híbrido plug-in:

  • EV: para uma condução exclusivamente elétrica. É também o modo de arranque para começar a conduzir com zero consumo de combustível e emissões.
  • HV: este modo funciona em regime híbrido, usando ambos os motores para uma maior eficiência energética.
  • Auto HV/EV: prioridade ao modo EV, que fará entrar o modo HV sempre que seja necessária energia extra (por exemplo, numa ultrapassagem), sendo o modo EV restaurado em seguida.
  • Modo de carregamento: ajuda a restaurar o nível de carga da bateria quando se encontra demasiado baixa para trabalhar em modo EV, indo buscar energia ao motor térmico.
Toyota RAV4 Plugin 37

Por outro lado, o condutor pode ainda dar uso às patilhas no volante para forçar a ação do travão-motor. Dessa forma, além de depender menos do travão, gera energia para recarregar a bateria em movimento.

Para além desses, dispõe ainda de três modos para maximizar a experiência de conduçãoECO, NORMAL e SPORT -, que podem ser selecionados em qualquer um dos modos de operação.

A mesma silhueta

As principais novidades do novo Toyota RAV4 Plug-in estão reservadas para o plano tecnológico e sistema híbrido, o que significa que mantém as mesmas proporções do seu homónimo.

No exterior, os detalhes ficam-se por pequenos apontamentos nos para-choques, como na moldura inferior do para-choques dianteiro e acima da placa de matrícula traseira. Além disso, estão ainda novos desenhos de jantes disponíveis, com possibilidade de optar por jantes de 19″, e uma nova pintura “Emotional Red”.

Toyota RAV4 Plugin 18

Já no interior, mantém as mesmas proporções, e conta com bancos de desenho desportivo, revestidos a tecido com costuras a vermelho no nível intermédio. Na versão Style, é possível ainda optar por uma combinação de tecido e couro sintético ou, como opção, couro genuíno com acolchoado vermelho nas costas e faixa vertical na zona dos ombros.

Os bancos dianteiros dispõem de aquecimento integrado, regulação elétrica e de apoio lombar no banco do condutor de série. De igual modo, os bancos traseiros são também aquecidos. Nas quotas, apenas perde parte da capacidade da bagageira, contanto ainda assim com 520 litros.

Toyota Safety Sense

De série, o novo Toyota RAV4 Plug-in beneficia dos sistemas de segurança ativa e de assistência ao condutor Toyota Safety Sense de última geração.

Projetados para reduzir o risco de alguns dos acidentes mais comuns, alertam o condutor sobre eventuais perigos e, se necessário, fornecem apoio na travagem e na direção para ajudar a evitar um impacto ou reduzir a gravidade do mesmo, se a colisão for inevitável.

Além de detetar veículos, o Sistema de Segurança Pré-Colisão (PCS) tem a capacidade de reconhecer peões durante a condução diurna e noturna e ciclistas durante o dia.

O Cruise Control com Radar Dinâmico (DRCC) é também mais sofisticado na sua atuação, trabalhando com o Reconhecimento de Sinais de Trânsito (RSA) para alterar automaticamente a velocidade do veículo de acordo com as mudanças nos limites de velocidade ao longo da viagem.

A combinação de Alerta de Saída de Faixa e Assistência de Condução Inteligente ajuda a manter o RAV4 centrado na sua faixa de rodagem, emitindo um alerta sonoro ou uma vibração no volante se detetar algum desvio na trajetória sem que os indicadores de mudança de direção tenham sido ativados.

Toyota RAV4. Quem o viu… e quem o vê!

O novo Toyota RAV4 rompe com o passado, destacando-se desde logo pelas linhas mais modernas e vincadas. O interior cresceu e evoluiu nesta 5ª geração.

Ler mais

Carregamento eficiente

O Toyota RAV4 Plug-in dispõe de opções seguras e eficientes que permitem uma recarga completa da bateria em apenas duas horas e meia.

O veículo está equipado com um carregador rápido de bordo que pode suportar até 6,6 kW sem comprometer a longevidade da bateria. De série, é fornecido com cabo “Tipo 2 – Modo 2” de 7,5 metros para ligação a fonte de alimentação doméstica de 10 A, que permite uma recarga em 7,5 horas.

Para dispor de uma velocidade ideal de carga e segurança, a Toyota recomenda a combinação de um cabo “Tipo 2 – Modo 3” de 32 A com wallbox. Com esta solução compacta e integrada, a recarga pode ser realizada em cerca de 2,5 horas, sem impacto no fornecimento de energia doméstica do cliente.

A Toyota também disponibilizará um sistema de wallbox “conectado” que poderá ser usado por clientes com carros diferentes, identificados pelo reconhecimento de cartão RFiD. A conectividade da unidade também permite uma ligação a serviços como faturação e histórico de carregamentos e permitirá atualizações remotas de software por meio da aplicação “MyT”.

Conectado à rede

O Toyota RAV4 Plug-in é o primeiro Toyota a permitir que o condutor possa controlar remotamente várias funções do veículo, incluindo o sistema de ar condicionado, por meio da aplicação “MyT”.

De série, funções remotas de gestão da bateria, carregamento e conforto a bordo fazem parte do equipamento do RAV4 Plug-in. Assim, o condutor pode consultar o estado, autonomia no momento e tempo restante para carga completa, sem estar próximo do carro, especialmente úteis em carregamentos em postos públicos.

Toyota RAV4 rompe com o passado

A 5ª geração do percursor dos SUV chegou a Portugal mantendo a tecnologia híbrida e as versões 4×4, mas mudando radicalmente no estilo. Está disponível a partir de 38 790€.

Ler mais

Da mesma forma, através do smartphone, pode sempre ligar remotamente a ventilação antes mesmo de se sentar ao volante, ou programar uma hora de saída para receber os ocupantes antes do início de uma viagem.

No futuro, a Toyota irá lançar novos serviços para aumentar a qualidade da conectividade dos seus veículos, fiel à sua ambição de ajudar a fornecer mobilidade para todos.

Toyota RAV4 Plugin 34

Ao volante do novo RAV4 Plug-in

Durante a apresentação do novo Toyota RAV4 Plug-in que decorreu esta semana, e onde o Escape Livre marcou presença, pudemos conduzir o modelo em diversos tipos de percurso e dando uso aos diversos modos de condução.

Na experiência de condução entre Lisboa e o Cabo Espichel, fizemos praticamente todo o percurso em modo elétrico. Percorremos assim cerca de 60 km sem recorrer ao motor a combustão. Valores que deixam antever uma maior autonomia para um percurso citadino.

Como se sabe, quem compra um híbrido pretende usufruir de uma boa autonomia elétrica que lhe permita realizar o seu dia-a-dia o mais possível nesta configuração, e desta forma proceder ao carregamento em casa utilizando o menos possível o motor de combustão. Depois de vários quilómetros ao volante concluímos que este novo RAV 4 plug-in consegue bem corresponder a este objetivo. A combinação estrada e cidade e face ao que experimentamos é possível atingir 90 km de autonomia elétrica.

Um conforto de rolamento, grande espaço de qualidade e muito bem equipado, e uma posição de condução confortável e adequada tornam qualquer viagem num percurso agradável ao volante do mais recente plug-in da Toyota.

Luís Celínio

Disponível em abril

O novo Toyota RAV4 Plug-in estará disponível em quatro níveis de equipamento: Comfort, Square Collection, Premium e Lounge, com preços a começar nos 54 990€. Disponível já a partir do mês de abril.

Aqui estão TODOS os automóveis Híbridos Plug-in do mercado

A lista de TODOS os automóveis híbridos Plug-in (PHEV) atualmente em comercialização no nosso país com respetivo preço por escalões.

Ler mais

close

Subscreve a nossa Newsletter "Livre Trânsito"!

Subscreve a nossa Newsletter "Livre Trânsito"!