O rei dos SUV finalmente mudou. Chegou a 3ª geração do Nissan Qashqai!

Finalmente foi revelada a 3ª geração do SUV mais popular do mercado, o Nissan Qashqai. Ficou maior, mais tecnológico, e eletrificado!

Depois de mais de três milhões de unidades vendidas só na Europa desde o seu lançamento, em 2007, o Nissan Qashqai precisava urgentemente de uma renovação. O modelo, apelidado por vários como o “rei dos SUVs”, continua a vender, no entanto acusava já o passar dos anos. Falta de alguma tecnologia, já presente na concorrência, bem como motorizações mais adequadas à realidade, ou seja, eletrificadas, eram os pontos a rever. Foi precisamente isso que a Nissan fez com o seu crossover de maior sucesso.

Em primeiro lugar, no exterior do Qashqai 2021 as parecenças com o já renovado irmão Juke são óbvias. Uma imagem mais moderna, mas mais esguia e robusta. Os novos grupos óticos com tecnologia Full LED possuem tecnologia que permite que cada farol se divida em 12 segmentos. Cada um é ativado e desativado seletivamente conforme as condições da estrada ou os veículos em redor. A linha de cintura mais elevada é particularmente notória na traseira, e as cavas das rodas proeminentes destacam-se com a inclusão de generosas jantes de 20″. Os revestimentos não só dos para-choques, como também das cavas das rodas e zonas inferiores das portas reforçam a postura crossover do modelo.

Depois, com a finalidade de reforçar a personalização do modelo, o Nissan Qashqai 2021 estará disponível em onze cores de carroçaria com cinco combinações de dois tons. Como resultado, temos 16 variações diferentes.

Evolução natural

Assim, a 3ª geração do Nissan Qashqai é o primeiro modelo assente na nova plataforma CMF-C que consegue uma redução do peso da carroçaria em 60 kg, e ainda um aumento da rigidez em 41% face ao modelo atual. A maior distância entre eixos (20 mm) oferece mais espaço interior. O espaço para os joelhos dos ocupantes traseiros cresceu 28 mm e a altura para cabeça aumentou 15 mm. Com o objetivo de melhorar a acessibilidade, as portas traseiras têm uma abertura de quase 90º (85º), muito útil no dia-a-dia. Para além disso, o portão da bagageira passa a dispor da componente elétrica que permite a abertura sem mãos. Lá dentro temos 504 litros de capacidade, mais 74 litros face à anterior geração. Tal é possível em virtude do piso de carga ter sido rebaixado em cerca de 20 mm.

No interior do Nissan Qashqai 2021 é praticamente tudo novo. Encontramos um painel de instrumentos totalmente digital e configurável com 12,3″ e um novo ecrã para o sistema de info-entretenimento com 9“. Com o intuito de o colocar num melhor campo de visão para o condutor, este deixou de estar integrado na consola central, exibindo agora uma posição mais elevada. Passa ainda a existir um head-up display com 10,8″ para projeção das informações mais relevantes para o condutor sem que este tenha de desviar os olhos da estrada. A conectividade estende-se a todos os ocupantes com ligações de carregamento por USB dianteiras e traseiras, com portas USB-A e USB-C. O carregamento sem fios também estará disponível e com 15 W, das mais potentes no segmento.

As alterações ao interior parecem favorecer a ergonomia e utilização

A consola central também é toda nova passando a dispor de uma orientação mais na horizontal, ao contrário do que acontecia até aqui com uma disposição na vertical. Aqui, existem novos comandos físicos para a climatização, e um novo seletor do tipo shift-by-wire para a caixa de velocidades automática.

Com o intuito de oferecer melhores níveis de conforto a todos os ocupantes, o Nissan Qashqai 2021 tem ainda novos bancos, mais envolventes, e que passam a dispor de função de massagem. Naturalmente que o novo Qashqai irá também disponibilizar todos os mais recentes sistemas da tecnologia ProPILOT da Nissan com todas as ajudas à condução.

Eletrificação chega ao Nissan Qashqai 2021

Primordialmente, a oferta de motores do novo Nissan Qashqai não podia deixar de estar eletrificada. São duas motorizações, embora a de entrada esteja disponível com dois níveis de potência (138 e 156 cv). Trata-se do 1.3 DIG-T a gasolina com tecnologia mild hybrid. O sistema mild-hybrid de 12V disponível proporciona melhorias na economia de combustível e nas emissões de CO2 (-4g/km) já que desliga o motor a velocidades inferiores a 18 km/h, por exemplo.

Estará disponível com tração frontal e integral (apenas para a versão mais potente e caixa Xtronic), e com caixa manual de seis relações ou Xtronic (156 cv). O novo sistema de controlo 4WD e modo de seleção de condução adapta-se às condições com cinco modos de condução. Standard, ECO, Sport, Snow e Off-Road.

No topo da gama do Qashqai 2021 estará a motorização que recebe agora em estreia a denominação de e-POWER. É composto por uma bateria de elevado rendimento e um grupo motopropulsor que integra um motor a gasolina (1.5 l e 154 cv) com taxa de compressão variável, gerador de energia, inversor e motor elétrico de 140kW (188 cv) com tamanho e potência similares aos de automóveis elétricos da Nissan.

Contudo, existe um elemento diferenciador no Nissan Qashqai e-Power. O motor a gasolina é utilizado apenas para gerar eletricidade. As rodas são acionadas apenas pelo motor elétrico. Tal permite que o sistema funcione sempre com autonomia ideal, o que resulta numa eficiência de combustível superior e emissões de CO2 mais baixas.

Encomendas arrancam com versão especial

Por fim, falta dizer que as encomendas para o novo Nissan Qashqai abriram hoje, 18 de fevereiro, com o lançamento da edição especial e limitada que comemora o lançamento da 3ª geração. O “Premiere Edition” estará disponível com o motor de 1.3 litros em duas configurações. A saber: 138 cv com caixa de seis velocidades manual ou 156 cv combinado com a caixa de velocidades XTronic.

Chegará ao mercado por altura do verão e, nesta versão de lançamento “Premiere Edition”, tem um preço que começa nos 33 600€.

close

Subscreve a nossa Newsletter "Livre Trânsito"!