Puma ST. Todos os detalhes do primeiro SUV da Ford Performance

É o primeiro SUV com o carimbo da Ford Performance e promete uma condução entusiasmante, para além da versatilidade já conhecida do modelo.

Já estava confirmado através de alguns teasers da própria Ford, mas agora chegam todos os pormenores sobre o primeiro SUV produzido pela Ford Performance. Depois do nosso ensaio ao Ford Puma ST-Line na versão mild-hybrid com 155 cv, acreditem que estamos muito ansiosos pela chegada deste Puma ST.

O objetivo foi criar um SUV prático mas simultaneamente divertido de conduzir. E se isso já acontece com a versão mais potente do Puma até agora, esta será ainda mais especial e promete.

Apresentado numa cor exuberante e exclusiva “Verde Mean”, o Puma ST ostenta ainda outros detalhes em preto como o tejadilho, os espelhos, o aileron e ainda um friso lateral. Contamos ainda com um spoiler frontal exclusivo para reforçar a aerodinâmica e aumentar o “downforce”.

À semelhança do Ford Fiesta ST, o Puma ST apresenta uma traseira onde se destaca um difusor exclusivo com as duas saídas de escape. A válvula de escape também não foi esquecida, o que faz com que o Puma ST consiga mudar o “tom de voz”, de acordo com o modo de condução selecionado.

Ainda no exterior contamos com jantes de liga leve de 19″ com dois desenhos distintos, que montam pneus Michelin Pilot Sport 4S com especificação para o Puma ST.

Do Fiesta para o Puma

Tal como seria de esperar, o bloco que equipa o novo Ford Puma ST é o mesmo do Fiesta ST. Um EcoBoost de 1.5 l e três cilindros, com 200 cv de potência, mas com um aumento de binário para 320 Nm. Anuncia 6,7 segundos para atingir os 100 km/h e uma velocidade máxima de 200 km/h. Os consumos médios são de 6,9 l/100 km e as emissões de CO2 de 155 g/km. Isto se conseguirmos controlar o pé direito, claro…

Também a travagem foi melhorada com discos de 325 mm na frente bem como a rigidez estrutural para compensar o centro de gravidade mais alto. As suspensões foram também alteradas para melhorar o comportamento e amortecimento em pisos mais degradados.

Segundo os técnicos da Ford Performance, a direção é ainda mais rápida e precisa, e existem barras estabilizadores tanto na frente (24 mm) como na traseira (28 mm). Desta forma a estabilidade do Puma ST em curva aumenta, apesar do centro de gravidade mais alto.

Ford Puma. Apenas e só… o melhor do segmento!?

Com uma presença “apagada” no segmento B-SUV a Ford lançou o Puma para conquistar o seu lugar no mercado. É caso para dizer que, chegou, viu e venceu!

Read more

Envolvimento na condução

No interior, para além da inscrição “Ford Performance” na soleira da porta, e o badge ST na parte inferior do volante, temos os excelentes bancos Recaro com um bom compromisso entre conforto e apoio.

Os modos de condução (Eco, Normal, Sport e Track) são agora selecionados diretamente no volante e o equipamento de série inclui bancos e volante aquecido, ecrã central digital, carregador wireless para smartphones, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, e sistema de info-entretenimento SYNC 3 com ecrã de 8” e compatibilidade com os sistemas Apple CarPlay e Android Auto.

Estão disponíveis três packs de equipamento para enriquecer o já interessante equipamento de série. Para além do “Pack Performance” que inclui um diferencial autoblocante mecânico e modo de “launch control”, existe ainda um pack que adiciona vários sistemas de auxílio à condução, e outro que inclui jantes especiais e faróis LED.

A Ford já aceita encomendas para o Puma ST, mas ainda não são conhecidos preços nem tão pouco a data de chegada das primeiras unidades ao mercado nacional.