Mercedes-Benz Classe B promete (re)conquistar

A nova geração do Classe B tem uma aparência mais dinâmica e oferece mais espaço com melhores níveis de conforto e equipamento de topo, incluindo o novo sistema MBUX.

Criado para as famílias, o Classe B foi conquistando adeptos, nomeadamente femininos, através de uma posição de condução mais alta, maior espaço a bordo e dimensões compactas para o dia-a-dia na cidade. A nova geração, com uma aparência mais dinâmica e moderna, pretende conquistar não só novos clientes, mais novos e do sexo oposto, como muitos dos clientes da anterior geração de uma faixa etária mais elevada.

As semelhanças com o irmão Classe A são óbvias, nomeadamente no interior com a introdução do novo sistema MBUX que permite a execução de inúmeros comandos por voz, através da já conhecida expressão “Olá Mercedes!”.

Com uma posição de condução mais alta face ao Classe A (90 mm), com o qual partilha plataforma, o novo Classe B aumentou ligeiramente as suas dimensões com uma maior distância entre eixos. A linha de tejadilho ligeiramente rebaixada bem como as novas jantes de liga leve, conferem-lhe um aspeto mais apelativo face à anterior geração. O spoiler de tejadilho, juntamente com os spoilers pretos brilhantes nas laterais dos vidros traseiros, contribuem para uma aerodinâmica melhorada com um coeficiente aerodinâmico de 0,24. O conjunto confere-lhe uma aparência desportiva, com especial destaque na versão AMG.

Evolução interior

O interior evoluiu não só ao nível tecnológico, como de qualidade de construção e materiais. O sistema de info-entretenimento com ecrãs independentes está disponível em três versões: dois ecrãs de 7 polegadas de série, um ecrã de 7 polegadas e outro de 10,25 polegadas e, na versão Widescreen, com dois ecrãs de 10,25 polegadas. Está ainda disponível um head-up display. As saídas da ventilação, à semelhança de outros modelos do construtor, integram o design turbina que assume uma presença inigualável com a iluminação do habitáculo, disponível com 64 cores diferentes.

Os bancos são mais amplos com uma posição mais plana o que favorece o conforto, e o espaço em largura aumentou significativamente. Estão também disponíveis bancos climatizados e multicontorno com função de massagem.

A capacidade da bagageira diminuiu ligeiramente, mas o portão elétrico é de série, com opção de abertura por movimento do pé. Os bancos traseiros têm uma configuração 40/20/40 e permitem o rebatimento.

Ao nível tecnológico e de segurança, a Mercedes-Benz recheou o novo Classe B dos mais evoluídos sistemas de assistência à condução, fornecendo assim um dos mais altos níveis de segurança ativa no segmento com funções oriundas do Classe S. É o caso do assistente ativo de controlo da distância DISTRONIC, do assistente ativo de travagens de emergência e ainda o assistente ativo de mudança de faixa de rodagem.

Suspensões opcionais

Consoante a versão, estão disponíveis várias opções para a suspensão do novo Classe B, incluindo uma suspensão conforto rebaixada e uma suspensão com amortecimento adaptativo ativo, que permite ao condutor controlar a afinação dos amortecedores através do controlo DYNAMIC SELECT.

Novos motores

São várias as opções de motores para o novo Mercedes-Benz Classe B. Para além do 1.5 litros com dois níveis de potência ─ 95 e 115 cv ─ a oferta Diesel é complementada com o bloco 2.0 litros com 150 e 190 cv, 16% mais leve e que cumpre já todas as mais recentes normas anti-poluição.

A gasolina, o novo motor de quatro cilindros com 1,33 litros tem também dois níveis de potência para o Classe B ─ 136 e 160 cv.

Mercedes Benz Classe B 30

Ao nível das caixas de velocidades, o B180d contará com a caixa automática de sete velocidades, enquanto os restantes modelos Diesel ─ B200d e B220d ─ estão disponíveis com a nova caixa 8G-DCT de oito velocidades e dupla embraiagem. A versão a gasolina de 160 cv ─ B200 ─ pode contar com uma caixa manual ou automática de sete relações.

Mais tarde está prevista e confirmada uma versão híbrida plug-inB250e. Anuncia uma autonomia em modo elétrico entre 50 e 70 km com uma potência combinada de 265 cv.

Car Sharing em estreia absoluta

O novo Classe B é também o primeiro modelo da marca a disponibilizar um serviço de Car Sharing para efeitos não comerciais, possibilitando a partilha do automóvel entre membros da família por exemplo. Através de uma App num dispositivo móvel, é possível ao proprietário aceitar e definir o horário do pedido de empréstimo efetuado por outro utilizador. Uma vez aceite, o Classe B pode ser destrancado pela aplicação possibilitando o utilizador de seguir viagem até à hora de término da partilha, indicada pelo proprietário. O serviço possibilita o uso da viatura sem a utilização da chave da mesma.

Ao volante do Classe B

Durante a apresentação da 3ª geração do Classe B tivemos oportunidade de conduzir algumas das versões, nomeadamente o B180d e o B200d.

Em ambos apreciámos a posição de condução com acesso mais cómodo ao sistema de info-entretenimento e uma condução privilegiada pelo novo sistema MBUX com inúmeras configurações possíveis e acesso a toda a informação do automóvel de acesso fácil e intuitivo. Notório é também a evolução na qualidade dos materiais e o acesso mais facilitado ao interior bem como o bom trabalho de isolamento e insonorização do habitáculo.

A versão B180d revela-se suficiente para o modelo e consegue consumos de 5 litros em ritmos moderados. O B200d tem naturalmente outra entrega de potência, disponível em baixos regimes e permite um andamento superior com uma disponibilidade de potência linear. A caixa de velocidades, com passagens suaves, cumpre o propósito do Classe B, que agora assume uma vertente ainda mais familiar.

O bom amortecimento da suspensão, a filtrar as irregularidades da estrada, favorece o conforto a bordo. Também atrás o acréscimo de espaço é percetível, com saídas de ventilação.

Preços e versões

O novo Mercedes-Benz Classe B está disponível com três níveis de equipamento ─ Style, Progressive e AMG ─ com preços a iniciar nos 34 750€ do B200. O B180d está disponível por 35 100€, enquanto o B200d já atinge os 42 250€. A versão Diesel mais potente custa 47 900€. Configure aqui o seu Classe B.

Mantendo o formato de monovolume mas com uma estética mais consensual, o novo Classe B reúne agora argumentos de topo para conquistar novos clientes e reconquistar os da anterior geração.

VEJA TAMBÉM: Mercedes-Benz com novo recorde de vendas