Skoda Enyaq iV 60 ⚡ Quando a obra SUPERA o criador!

O Skoda Enyaq assume uma postura bem diferenciada dos restantes modelos do grupo VW. Um elétrico com espaço e qualidade para toda a família.

Skoda
SUV
Skoda Enyaq iV 60

A raínha do “value for money” colocou no mercado o seu primeiro modelo 100% elétrico com base na plataforma MEB do grupo VW. E se não é novidade que estamos perante a mesma base do Volkswagen ID.4 e do Audi Q4 e-tron, é por outro lado surpreendente constatar as diferenças do modelo checo, para com os restantes. É caso para dizer que “a obra ultrapassou o criador”!

Desde logo é importante referir que, enquanto os modelos alemães são fabricados na Alemanha, o Skoda Enyaq é produzido na República Checa, na fábrica de Mlada Boleslav. Será apenas por este motivo que encontramos uma melhor montagem e materiais mais agradáveis ao toque?

O SUV 100% elétrico da Skoda assume uma postura bem distinta.

Por vezes posta um pouco de parte, a verdade é que os modelos da Skoda se impõem cada vez mais. Para além de um valor mais justo, garantem sempre soluções práticas e úteis pensadas para efetivamente facilitar o quotidiano dos seus utilizadores, e isso é de louvar. E nem a imagem tem ficado esquecida, o que é bem patente neste novo SUV 100% elétrico, o Enyaq. Linhas bem vincadas, grelha imponente, assinaturas LED marcantes, e um desenho geral que, apesar da elevada altura ao solo, se assemelha mais a um monovolume. Nada contra… talvez seja até uma mais valia para muitos.

Qualidade superior

Pub ADN energy MRec

Surpreendentemente no interior constatamos um nível de qualidade superior aquele que encontrámos durante o nosso ensaio ao Volkswagen ID.4. Os materiais agradam na sua maioria com várias superfícies macias num contraste de plástico e tecido que evidenciam uma qualidade percebida superior. Nem sequer os comandos e consola central se limitam a uma cópia dos restantes modelos. O Skoda Enyaq tem a sua própria personalidade, ainda que se reconheçam algumas parecenças como os comandos do sistema de info-entretenimento. Neste caso a Skoda optou por colocar os comandos da climatização mesmo no ecrã, deixando o friso tátil horizontal apenas para o comando do volume. Embora continuemos a preferir os comandos físicos, aqui a opção foi boa tendo em conta que o referido friso não tem iluminação e dificulta a utilização durante a noite.

Os comandos da caixa são distintos e o friso de botões físicos por baixo do ecrã de 13″ aumentam o sentido prático. O painel de instrumentos na frente do condutor, também assume aqui uma posição integrada no tablier e que na nossa opinião resulta melhor. Ainda assim sofre do mesmo mal já que a informação que dispõe é limitada e não passível de ser configurada ou alternada.

Por outro lado, o sistema de info-entretenimento já podia incluir ligações sem fios para Apple CarPlay ou Android auto, ao invés disso ainda obriga à utilização de um cabo, mesmo contando com uma plataforma para carregamento sem de smartphones sem fios.

CYBEX 22 banner Pub Portugal Zline

Todos os materiais utilizados no interior agradam e revelam um cuidado adicional da Skoda neste Enyaq

Contudo, é bem mais gratificante viajar neste Skoda Enyaq do que no seu primo alemão, ainda que este evidencie um conforto ligeiramente superior. Todavia, ambos têm bons níveis de conforto a bordo, mesmo com enormes jantes de liga leve de série, neste caso de 19″. Existe muito espaço, bons materiais, e várias soluções “Simply Clever” como os ganchos na bagageira para que os sacos das compras não se espalhem pelos 585 l de bagageira, ou ainda uma tomada 12v. Para os lugares traseiros existem fichas USB-C mas também uma tomada 230v.

Na unidade ensaiada contávamos ainda com vários packs com equipamento de conforto e que elevam a experiência. Temos o Pack Convenience, Pack Drive, Pack Light & View, Pack Parking, Pack Assisted Drive Plus, Pack Family, e ainda o Pack Infotainment Plus. Contudo, o conjunto representa um acréscimo de 7000€ na fatura final. Ainda assim a lista de equipamento de série é extensa. Inclui cruise control com limitador de velocidade, sistema de acesso sem chave, sensores de estacionamento traseiros, ar condicionado automático de duas zonas, barras de tejadilho, espelhos retrovisores aquecidos e com rebatimento elétrico, faróis LED na dianteira e traseira, volante multifunções, entre vários outros.

Grande, mas ágil

Ao volante deste Skoda familiar sobressaem desde logo vários aspetos, uns mais positivos do que outros. Encontramos uma boa posição de condução, uma excelente visibilidade ajudada por uma posição elevada e, para estacionamentos, pela boa câmara de marcha-atrás. A resposta é pronta, sem ser brusca, o que agrada. Depois, o sistema de regeneração automática de acordo com a navegação e as condições envolventes é bastante prático, embora possamos optar por outros. O enorme ângulo de viragem esconde os mais de 4,5 metros de comprimento, particularmente na cidade. Por outro lado, a ausência de um sistema de auto-hold é incompreensível num modelo destes e com este preço.

Ainda que esteja disponível também com uma bateria de 80 kWh, esta é a versão que corresponde à entrada de gama, denominada de Enyaq iV 60. A bateria tem 62 kWh (58 kWh úteis) o que, de acordo com as médias alcançadas, será capaz de uma autonomia entre os 350 km com muita autoestrada, e os 400 km com mais cidade.

O Skoda Enyaq tem tração traseira, o que resulta num ângulo de viragem excelente, mas dinamicamente não se tira partido disso, nem é suposto. A prioridade é o conforto e, naturalmente, a segurança.

Os modos de condução (Eco/Normal/Sport/Individual) permitem ajustar alguns parâmetros ao tipo de condução que se pretende, e seja ela qual for os bancos oferecem o conforto e apoio necessário. Por outro lado, o baixo centro de gravidade resultado da posição das baterias, resulta num comportamento sem grandes balanceamentos da carroçaria.

Já nos lugares traseiros, a colocação da bateria sob o piso que é completamente plano, resulta numa generosa distância entre-eixos. Tal permite colocar o banco de trás bastante recuado, conseguindo-se boas cotas de espaço. Para além das ligações existentes e já referidas para os ocupantes, aqui só faltava um maior apoio para as pernas que não é conseguido devido à reduzida altura entre o banco e o piso.

Conclusão

Um automóvel que antes de ser elétrico é um excelente familiar com muito espaço, boa qualidade e muito agradável de conduzir. Para além disso, o conforto também está na linha da frente. Mesmo nesta versão com a bateria de menor capacidade, os consumos permitem-lhe autonomias mais do que aceitáveis. Uma boa cartada da Skoda!

Ficha Técnica

Cilindrada

310 Nm

Binário Máximo

180 cv

Potência

Cilindrada

8,7 s

0-100 KM/H

160 km/h

Velocidade Máxima

Cilindrada

15,7 kWh/100 km

Combinado

16,8 kWh/100 km

Registado

Cilindrada

39 839€

Base

47 219€

Ensaiado


Thumbs UpQualidade. Conforto. Espaço. Ângulo de viragem. Equipamento.

Thumbs DownAusência de sistema auto-hold. Menus do sistema de info-entretenimento.