Mercedes-AMG G 63 – Que besta!

No mundo dos automóveis também há experiências que ficam gravadas para sempre. Conduzir o Mercedes- AMG G 63 é, sem dúvida, uma delas!

Desculpem-me o título, mas diz o dicionário da língua portuguesa que uma Besta é um animal quadrúpede, irracional, bruto, grande e forte cuja função é transportar itens pesados. Haverá alcunha mais adequada a um Classe G com 585 cv? Há automóveis que de facto carregam uma enorme história ao longo dos anos e que os transforma em verdadeiras lendas. Modelos eternos que permanecem no imaginário de qualquer entusiasta, com linhas inconfundíveis, e com uma imponência tal que despertam a atenção até dos mais distraídos e leigos. Nomes que significam raridade, emoção, loucura, extravagância e invencibilidade, entre outros. Assim é o Classe G 63 da Mercedes-Benz.

Slider image

Slider image

Slider image

Slider image

Slider image

Slider image

Slider image

Slider image

Slider image

Slider image

Slider image

Slider image

Slider image

Slider image

Slider image

Slider image

Slider image

Slider image

Slider image

Slider image

Slider image

Slider image

Slider image

Slider image

Slider image

Slider image

Slider image

Slider image

Slider image

Slider image

Slider image

Slider image

Slider image

Slider image

Slider image

Ensaio exclusivo da edição Nº73 da Escape Livre Magazine

Resumo

Cilindrada: 3982 cm3

Binário Máximo: 850 Nm

Potência: 585 cv

0-100 KM/H: 4,5 s

Velocidade Máxima: 220 km/h

Combinado: 13,1 l/100 km

Registado: l/100 km

Emissões CO2 : 299 g/km

Base: 208 250€

Ensaiado: 231 176€

Motor, som do escape, interior

Não é defeito, é feitio: Consumos, preço, aerodinâmica.