Audi Q4 e-tron vs Volvo XC40 Recharge. ⚡ Alta voltagem em formato SUV

Desta vez dois SUV 100% elétricos nas suas versões de topo. Audi Q4 e-tron desafia o mais potente Volvo XC40 Recharge! Vamos a isso?

Audi Volvo
SUV
Audi Q4 e-tron 50 Quattro vs Volvo XC40 P8 Recharge Twin engine

Os SUV vieram para ficar. Assim, é neste segmento que se concentram a maior parte das propostas 100% elétricas dos construtores. Tínhamos muitas hipóteses para colocar frente a frente dois SUVs elétricos. A nossa escolha recaiu sobre estes dois modelos de marcas premium com características muito semelhantes, Audi Q4 e-tron 50 e Volvo XC40 P8 Recharge.

Passemos às apresentações. De um lado do ring o Volvo XC40 P8 Recharge. A versão de topo do best-seller da Volvo apresenta dois motores (um em cada eixo) para uma potência de 408 cv! Do outro lado temos o SUV da Audi, igualmente na sua melhor versão. Trata-se do Audi Q4 e-tron 50 Quattro. De igual forma a existência de dois motores atribui-lhe a tração integral, mas aqui com uns mais modestos 299 cv de potência. Contudo, naturalmente que a potência não é tudo e foi isso mesmo que fomos avaliar. Quais as mais valias de um, e de outro…

Como é habitual em cada um destes nossos duelos, os dois protagonistas sobem ao ring para quatro rondas. São elas o Interior, a Dinâmica, o Conforto e a Economia. Em cada uma delas são avaliados vários pontos sendo que, naturalmente, nem todos têm o mesmo peso. No final, existe um ponto extra atribuído pelos nossos seguidores no Instagram a um dos modelos, e que pretende valorizar a estética mais bem conseguida. Neste caso, coube ao Audi Q4.

Audi Q4 e-tron com mais espaço

Na primeira ronda é o Audi Q4 e-tron que leva a melhor já que usufrui de uma plataforma pensada de raiz para a eletrificação, e que lhe atribui mais espaço. Apesar disso, é curioso constatar que é o Volvo XC40 que consegue apresentar uma segunda bagageira na frente, ao contrário do Q4 que não otimizou o espaço na frente para este fim. No entanto, e mesmo no somatório do Volvo XC40 Recharge (419+31), o Audi consegue mais espaço para bagagens com 520 litros. Na qualidade apresentada acaba por haver um equilíbrio. O Volvo destaca-se nos materiais com o interior das portas forrado, materiais suaves e agradáveis ao toque, mas o Audi responde com uma melhor qualidade de construção, isenta de quaisquer ruídos, ao contrário do XC40. Desta forma, acaba por ser o espaço a ditar a vitória do modelo alemão.

O Volvo XC40 Recharge é mais rápido e seguro, mas o Audi Q4 e-tron é mais dinâmico e confortável

Pub ADN energy MRec

Avaliado o interior, passamos para a estrada de forma a conseguir averiguar pontuações para o capítulo da dinâmica. Ainda que perfeitamente alinhados a nível de segmento, aqui as duas propostas conseguem um empate, ainda que se diferenciem. Como? Apesar do comportamento do Audi Q4 e-tron ser mais estável, favorecido por melhor aerodinâmica, e este possuir um melhor sistema de regeneração com o modo automático a funcionar particularmente bem, enquanto o Volvo apenas oferece a opção e-pedal, nas acelerações o Volvo XC40 Recharge revela superioridade com níveis de potência e binário superiores. Contudo, é a travagem que acaba por trair o modelo alemão que se apresenta recorrendo a travões de tambor nas rodas traseiras. Num elétrico com 300 cv, naturalmente que a eficácia não é a mesma e mais rapidamente acusam fadiga.

CYBEX 22 banner Pub Portugal Zline

Muito mais equipamento ao serviço no modelo sueco

Numa toada bem mais calma, e como carros de família que também podem ser, há que avaliar o Conforto, pontuando a suspensão, o equipamento, a tecnologia, entre outros. Começava tudo bem para o modelo sueco ao apresentar uma recheada lista de equipamento que no Audi obriga a mais de 10 mil euros em opcionais. Contudo, o modelo alemão superioriza-se com uma suspensão adaptativa mais confortável, uma melhor insonorização, mais uma vez devido à aerodinâmica, e ainda um pacote tecnológico que acaba por se mostrar superior.

Depois, apesar de contarmos com serviços Google neste Volvo XC40 Recharge, e que facilitam o dia-a-dia, no Audi temos Apple CarPlay e Android auto sem fios, um painel de instrumentos totalmente digital e configurável e conseguimos obter toda a informação sem necessidade de navegar entre menus. O modelo sueco é mais limitado e obriga-nos a navegar entre menus para obter determinadas informações. A autonomia, por exemplo, só está disponível no sistema de info-entretenimento e no menu principal. Desta feita, o Audi leva a melhor.

SUV muito equilibrados

No último desafio, a Economia, os dois modelos uma vez mais equilibraram-se, mas no fim, é o modelo alemão que acaba por levar a melhor. Se em autoestrada os consumos entre eles são idênticos, a verdade é que em ambiente urbano o Audi Q4 e-tron consegue ser mais poupado usufruindo do modo de condução Efficiency. No Volvo não há modo de condução que lhe valha.

Com baterias idênticas (75 kWh e 77 kWh para Volvo e Audi respetivamente), é expectável que os consumos ligeiramente melhores do modelo alemão se traduzam numa maior autonomia. Com os consumos obtidos, o Volvo XC40 Recharge conseguirá uma autonomia de cerca de 350 km, ao passo que o Audi alcança os 400 km.

Contudo, o que acaba por dar a vantagem é a garantia de quatro anos do Audi, face aos três, agora obrigatórios, do Volvo. Para as baterias, ambos oferecem oito anos de garantia, mas a Audi limita esta última aos 180 mil quilómetros. A ligeira diferença nas velocidades de carregamento não é significativa (135 kW para o Audi vs 150 kW para o Volvo), e nem o preço base do Volvo XC40, consideravelmente mais baixo, lhe permite levar a melhor.

SUV, 100% elétricos, e que vão para lá do asfalto…

Ainda que estejamos perante SUVs que se fazem valer da sua tração integral como forma de ganhar mais tração mesmo em condições de utilização normais em estrada, nomeadamente em piso escorregadio ou à chuva, era mais do que óbvio que não resistiríamos a tirá-los do asfalto.

A surpresa foi de facto ver que, mesmo em situações de cruzamento de eixos e subidas demasiado íngremes, a tração integral fez o seu trabalho permitindo aos dois modelos progredir com natural à vontade. Contudo, neste ponto o Volvo destaca-se por dois motivos. Para além de ter um modo Off-road, possui melhores ângulos de ataque e saída. Já na altura são apenas 5 mm que jogam a favor do Audi Q4 e-tron.

Pela primeira vez temos em comparativo dois modelos que empatam numa das quatro categorias. Porém, e ainda que perfeitamente alinhados a nível de segmento, eles diferenciam-se. O maior espaço, para ocupantes e bagagem, bem como uma suspensão mais polivalente e um pacote tecnológico mais bem executado, acabam por ser os pontos que dão a vitória ao modelo alemão.

Ou seja…

São propostas que, apesar de uma diferença de potência significativa, acabam por se equilibrar porque nem tudo se resume a potência. De qualquer modo, privilegiando o preço e equipamento, o Volvo é uma proposta mais razoável. Apesar disso, a verdade é que ambos os modelos apresentem preços exagerados por serem versões 100% elétricas.

Porém, ambos os modelos disponibilizam versões com baterias inferiores e apenas um motor, abdicando da tração integral. Neste caso, o Audi começa nos 46 350€ na versão 35 com 170 cv e bateria de 52 kWh, ao passo que o Volvo começa nos 47 350€ na versão P6 com 231 cv e bateria de 67 kWh. De qualquer modo, fica a dica, a tração integral é uma inegável mais valia em automóveis elétricos com estes níveis de potência e binário.

Tabela Comparativo Audi Q4 vs Volvo XC40

Conclusão

Acaba por ser a plataforma dedicada MEB do grupo Volkswagen a atribuir uma vitória ao modelo alemão, juntamente com um nível tecnológico sem falhas e uma suspensão que consegue um melhor compromisso. O Volvo responde com um preço inferior, melhores performances e maior segurança, nomeadamente ao nível da travagem. É uma escolha mais racional, mas não foi o suficiente para conseguir derrotar o adversário.

Ficha Técnica

Cilindrada

460 vs 660 Nm

Binário Máximo

408 vs 299 cv

Potência

Cilindrada

6,2 vs 4,9 s

0-100 KM/H

180 vs 180 km/h

Velocidade Máxima

Cilindrada
Cilindrada

59 344 vs 53 490€

Base

74 363 vs 63 987€

Ensaiado