Audi Q3 Sportback: Coupé ou familiar? Ambos!

Depois de renovar o Q3, a Audi lançou a versão Sportback com um visual mais desportivo estilo coupé e que se inicia nesta versão 35 TDI.

Audi
C-SUV SUV
Audi Q3 Sportback S line 35 TDI S tronic

Assente sobre a plataforma MQB A1, que partilha com o VW Tiguan, o Audi Q3 recebeu uma nova geração em 2019. Alguns meses passados chega ao mercado nacional a versão Sportback do mesmo modelo com um estilo mais desportivo marcado por uma linha de tejadilho descendente na tentativa já comum do mercado de unir o conceito de SUV a um estilo mais apelativo como os dos coupés.

Exteriormente encontramos entradas de ar frontais com maiores dimensões e um perfil descendente na traseira, a fazer lembrar os coupés. Ainda na retaguarda do Q3 Sportback, podemos visualizar novos grupos óticos e um para-choques específico. Para reforçar este visual “colado à estrada” a altura face ao Q3 foi reduzida em 3 cm.

A versão S line, aqui em ensaio, inclui ainda pára-choques específicos com desenho mais desportivo, frisos exteriores a negro (670 €), jantes de 19″ com pneus 235/50 (1090€) e suspensão desportiva.

Interior igual ao do Q3

No interior não há surpresas e encontramos um habitáculo decalcado do Audi Q3. O espaço na dianteira é bom e nos lugares traseiros há folga suficiente para os joelhos e cabeça. O tejadilho mais baixo deste Q3 Sportback não penalizou as cotas interiores.

Os bancos traseiros deslizam, possibilitando escolher entre espaço interior ou bagageira e a mesma possui 530 l de capacidade com três níveis possíveis de definir com o fundo da mesma. Já a tampa da bagageira tem um acionamento elétrico opcional (595 €), que quando não existe, como é o caso da unidade ensaiada, dificulta significativamente o processo de abertura e fecho já que é demasiado pesada.

Os também opcionais bancos desportivos em Alcântara têm um bom apoio lateral e são confortáveis, custam 375 €. A posição de condução é fácil de encontrar e temos dois ecrãs, um no lugar dos manómetros e outro para o info-entretenimento Audi MMI. É possível ter um ecrã frontal mais sofisticado e personalizável, tal como noutros modelos da marca, recorrendo à longa lista de opcionais.

O sistema MMI é intuitivo, totalmente tátil e os comandos da climatização encontram-se à parte e o seu funcionamento é também simples. O habitual toque dos comandos do construtor mantém-se e agrada, bem como a maioria dos materiais. A qualidade de construção é elevada com ausência de ruídos parasitas, apenas os materiais duros utilizados nas portas ficam abaixo das expectativas de um modelo deste segmento. As inserções em Alcântara nas portas e na consola ajudam à sensação de qualidade mas têm um custo de 475 €.

Quer se mais discrição

Após o arranque, e desde os primeiros metros percebemos que o motor 2.0 l TDI, aqui na especificação de 150 cv, se mostra mais ruidoso do que o desejado. Os andamentos são consistentes com o peso de 1655 Kg do Q3 Sportback e com a superfície frontal que apresenta. No entanto o motor sente-se em esforço quando lhe pedimos mais andamento e o seu funcionamento áspero nota-se ainda mais em recuperações mais solícitas. Também a resposta ao acelerador sofre com algum atraso. A caixa de sete velocidades S tronic tem algum arrastamento em mudanças baixas mas cumpre bem as suas obrigações e pode ser controlada manualmente.

Estão disponíveis seis modos de condução(!) do Efficiency ao Offroad, mas só a direção e o acelerador sofrem alterações. Este tema é justificável apenas com o facto dos modos de condução serem comuns a todos os modelos, mais ou menos equipados. Neste caso o que se verifica é que são demasiados modos quando na prática só existem duas configurações possíveis. As diferenças entre eles são assim demasiado ténues para evitar que o modo “Auto”mático seja a escolha habitual.

Em auto-estrada a estabilidade é nota dominante e quando levamos o Audi Q3 Sportback para zonas mais encadeadas o comportamento é previsível, com os movimentos da carroçaria a serem bem controlados e o Q3 Sportback a entrar facilmente em curva. Sempre seguro e muito previsível.

O reverso da medalha da suspensão desportiva e da jantes de 19″ desta unidade são naturalmente as pancadas mais fortes que acabam por interferir com o conforto e bom ambiente a bordo.

Audi Offroad Experience

Os SUV Audi saíram do asfalto e aventuraram-se num dos grandes destinos paisagísticos do país, a região Norte, em mais um Audi Offroad Experience.

Read more

Longa lista de opcionais

Como já é habitual na Audi, o equipamento de série está reduzido ao mínimo essencial, e a lista de opcionais é extensa. Infelizmente nem o cruise-control, o ar condicionado automático, ou os sensores de estacionamento fazem parte do equipamento de série. Difícil de compreender nos dias que correm…

A unidade em ensaio dispunha de 10 000 € em extras, de onde destacamos os faróis LED (1080€), os bancos em Alcântara (1330€) e as ligações Apple Carplay e Android Auto (650 €), presentes neste Audi Q3 Sportback, ao contrário da Audi A4 Allroad que ensaiamos.

De base, o Audi Q3 Sportback S line 35 TDI S tronic tem um preço de 54 150 €. São mais 2350 € que o Audi Q3 “normal“, uma diferença que se justifica para quem procura um visual mais desportivo e diferenciado.

Conclusão

Com um visual mais desportivo e um comportamento seguro, o Audi Q3 Sportback é um proposta bem posicionada no seu segmento. A Audi consegiu criar uma derivação do Q3 sem penalizar o espaço interior nem a utilização familiar. O motor 2.0 TDI com 150 cv cumpre, mas não melhorou com as normas WLTP, e deixa a desejar no refinamento. A nível de preço o Q3 Sportback está alinhado com a concorrência, mas a configuração e o volume dos opcionais faz engordar este montante para valores mais próximos do segmento acima.

Ficha Técnica

Cilindrada

1968 cm3

Cilindrada

340 Nm

Binário Máximo

150 cv

Potência

Cilindrada

9,3 s

0-100 KM/H

205 km/h

Velocidade Máxima

Cilindrada

5,8 l/100 km

Combinado

7,3 l/100 km

Registado

153 g/km

Emissões CO2

Cilindrada

54 150€

Base

64 360€

Ensaiado


Thumbs UpDesign. Qualidade construção. Habitabilidade.

Thumbs DownRuído do motor. Equipamento de série. Preço.