F1 GP Turquia: Bottas regressa às vitórias um ano depois

Condições difíceis na 1ª vitória de Bottas em 2021, na frente de Verstappen que tudo fez para roubar a vitória à Mercedes no GP da Turquia.

Condições difíceis foram o pano de fundo para a primeira vitória de Valtteri Bottas em 2021, ficando na frente de Max Verstappen que tudo fez para roubar a vitória à Mercedes. A vitória de Valtteri Bottas é notícia, até porque acertou na estratégia e esteve imperturbável face a Max Verstappen, mas o destaque vai para o quinto lugar de Lewis Hamilton que terminou a corrida pior que uma chaleira com água a ferver!

Lembram-se do que sucedeu há 11 meses no GP da Turquia? Tal como este ano, a pista estava molhada e muito traiçoeira. Valtteri Bottas conheceu uma corrida absolutamente dramática com cinco piões que deram uma imagem enviesada do piloto finlandês.

Bottas deve ter-se lembrado disso quando entrou para o carro e a pista estava molhada e deveras escorregadia. Algumas diferenças, porém, acalmavam os nervos de Valtteri Bottas: Lewis Hamilton tinha feito a “pole position”, mas a penalização de 10 lugares na grelha imposta pela mudança do motor de combustão interna, atirou-o para fora da fotografia final, oferecendo a primeira posição da grelha de partida ao finlandês.

Depois, a chuva nunca foi tão intensa como há 11 meses, foi antes um orvalho permanente que manteve a pista molhada e traiçoeira da luz à bandeira.

F1 GP Turquia 2021 Start

Finalmente, Valtteri Bottas viu a oportunidade e afinou-se para ganhar.

Primeiro, não se deixou surpreender no arranque por Max Verstappen. Depois, cuidou dos pneus do seu carro e nunca deixou que Verstappen estivesse em condições de desafiar a sua liderança.

Bottas só conheceu um momento mais complicado quando parou nas boxes e Charles Leclerc (Ferrari) quis levar o carro até final sem trocar de pneus. O finlandês ficou atrás do monegasco durante algum tempo e parecia que a Ferrari iria capitalizar na decisão, arriscada que tomou.

Com um Mercedes bem mais eficaz e com melhores pneus intermédios, Valtteri Bottas passou por Leclerc no final da reta da meta quando faltava uma dúzia de voltas para o fim da corrida. A partir daqui Bottas não cometeu o mais pequeno erro e reclamou uma vitória que lhe escapava há mais de um ano (ganhou em Sochi em 2020).

Contas feitas, o piloto da Mercedes venceu com uma larga vantagem, rubricou a 10ª vitória da carreira e, pelo caminho, ainda fez a volta mais rápida.

No final, Bottas lembrou que “já não era sem tempo!” sustentando que “foi uma das melhores exibições de sempre. Não foi fácil escolher o momento certo para parar e tudo ficou mais complicado pois havia apenas uma trajetória e muito estreita onde fora dela as coisas eram muito complicadas.”

Perdido o objetivo de ficar em pista até ao final sem trocar de pneus, Charles Leclerc parou, devolveu o segundo lugar a Max Verstappen e, para sua tristeza, ainda teve de ceder a terceira posição a Sergio Perez que andou muito tempo a trocar argumentos com Lewis Hamilton.

Mestre na gestão dos pneus, o mexicano conservou o terceiro lugar, ajudando, bastante, Verstappen, recolhendo mais um pódio muito saboroso atrás do seu colega de equipa.

Valtteri Bottas F1 GP Turquia 2021 End

O Ferrari de Leclerc ficou, ainda assim, num excelente 4º lugar na frente de um enfurecido Lewis Hamilton.

O campeão do mundo em título saiu de 11ª neste F1 GP Turquia e, vá lá saber-se porquê, não conseguiu recuperar espetacularmente. Subiu a oitavo à custa de Sebastien Vettel ainda na primeira volta e nas voltas oito e nove desembaraçou-se de Yuki Tsunoda e Lance Stroll. O japonês foi osso duro de roer, o canadiano mais simples.

Depois, tirou o sexto lugar a Lando Norris e chegou a quinto passando por Pierre Gasly, no marco da 20ª volta. Porém, já navegava longe dos primeiros e estava prestes a encontrar Sergio Perez.

Foram duas voltas de luta intensa com toques e passagens mais ou menos legais pelos corretores, mas sem troca de posições. Ambos avançaram porque os líderes pararam e Hamilton esteve no terceiro lugar, porque ele e Leclerc ficaram em pista. Isto com o campeão do Mundo a opor-se a uma paragem na volta 42.

Relutantemente, Hamilton parou a oito voltas do fim, depois de Perez ter fugido conseguindo a ultrapassagem a Leclerc e o campeão do Mundo ter estado perto do Ferrari. Mas a granulação chegou e a poucas voltas do final, Hamilton foi perdendo tempo e não saiu do quinto lugar, acabando a corrida com mosquitos por cordas com a Mercedes pela decisão de o fazer parar na box. E acabou a defender-se de Pierre Gasly e Lando Norris.

Hamilton em quinto lugar arrecada apenas 10 pontos para o campeonato

Obviamente que Lewis Hamilton não ficou satisfeito com os 10 pontos do 5º lugar, sentindo que tinha carro para ganhar, como provou Bottas, perdendo a liderança do campeonato. Por seu turno, Max Verstappen estava muito feliz com o segundo lugar, lembrando que “tive de poupar muito os pneus e o Valtteri teve um melhor ritmo que eu e o segundo lugar foi o máximo que consegui alcançar.

Lewis Hamilton F1 GP Turquia 2021

Destaque, ainda, para a excelente corridas de Carlos Sainz que saindo do final da grelha (devido à troca de motor) chegou a oitavo e ainda recolheu o título de “Piloto do Dia” outorgado pelos adeptos da Fórmula 1. Os últimos pontos entregues pelo GP da Turquia ficaram na posse de Lance Stroll (Aston Martin) e Esteban Ocon (Alpine).

Palavra final para o desentendimento entre Mick Schumacher e Fernando Alonso, com o alemão a perder tudo aquilo que ganhou ao passar à Q2 na qualificação e o espanhol a ficar longe dos 10 melhores.

Classificação final

  • 1º Valtteri Bottas (Mercedes), 58 voltas em 1h31m04,102s;
  • 2º Max Verstappen (Red Bull Honda), a 14,584s;
  • 3º Sergio Perez (Red Bull Honda), a 33,471s;
  • 4º Charles Leclerc (Ferrari), a 37,814s;
  • 5º Lewis Hamilton (Mercedes), a 41,812s;
  • 6º Pierre Gasly (Alpha Tauri Honda), a 44,292s;
  • 7º Lando Norris (McLaren Mercedes), a 47,213s;
  • 8º Carlos Sainz (Ferrari), a 51,526s;
  • 9º Lance Stroll (Aston Martin Mercedes), a 1m22,018s;
  • 10º Esteban Ocon (Alpine Renault), a 1 volta;

Classificação Campeonato Pilotos

  • 1º Max Verstappen, 265,5 pts;
  • 2º Lewis Hamilton, 256,5 pts;
  • 3º Valtteri Bottas, 177 çts,
  • 4º Lando Norris, 145 pts;
  • 5º Sergio Perez, 135 pts;
  • 6º Carlos Sainz, 116,5 pts;
  • 7º Charles Leclerc, 116 pts,
  • 8º Daniel Ricciardo, 95 pts;
  • 9º Pierre Gasly, 74 pts;
  • 10º Fernando Alonso, 58 pts;

Classificação Campeonato de Construtores

  • 1º Mercedes, 433,5 pts;
  • 2º Red Bull Racing Honda, 397,5 pts;
  • 3º McLaren Mercedes, 240 pts;
  • 4º Ferrari, 232,5 pts;
  • 5º Alpine Renault, 104 pts;

Subscreve a nossa Newsletter "Livre Trânsito"!

close

Subscreve a nossa Newsletter "Livre Trânsito"!