Conhece as vantagens e preços de TODOS os carros elétricos do mercado

Em 2021 as vendas de carros elétricos aumentaram mais de 38%. Os modelos disponíveis são cada vez mais, e melhores. Aqui estão TODOS!

Depois da excelente recetividade ao nosso guia com a lista (e preço) de todos os automóveis híbridos plug-in no mercado, agora o nosso guia com a lista (e preço) de todos os automóveis elétricos à venda no mercado nacional. Afinal, os veículos 100% elétricos à venda no mercado nacional já não se resumem a meia dúzia, pelo contrário… Aqui podes ficar a conhecer todos, de acordo com a tua carteira, dos 7 aos 200 mil euros!

Como resultado do aumento de procura, as vendas de veículos 100% elétricos aumentaram 32% em abril, com 941 carros elétricos vendidos em Portugal, valor só ultrapassado pelos meses de março e dezembro de 2020. No ranking de marcas mais vendidas, a Nissan não só foi a marca mais vendida em abril, como mantém o lugar mais alto do pódio em 2021.

Antes de mais nada recordamos os incentivos e condições válidos em 2021 para a aquisição de automóveis elétricos, bem como todas as vantagens. Recorde-se ainda que as vantagens e benefícios dos carros elétricos não estão limitados às empresas, pelo contrário…

Carros elétricos… para pessoas singulares (particulares)

Em 2021 a aquisição de um carro elétrico por parte de um particular, tem desde logo um incentivo de 3000€ do estado. Para ser elegível no entanto, o veículo tem de ser um ligeiro de passageiros com valor máximo de 62 500€ (incluindo IVA e todas as despesas). O comprador terá ainda de manter o veículo por um período mínimo de 24 meses. Se optar por um ligeiro de mercadorias 100% elétrico, o valor é de 6000€. Qualquer um dos incentivos é válido apenas para uma viatura.

E para as empresas?

No caso das empresas, apenas os ligeiros de mercadorias estão abrangidos pelo incentivo de 6000€, válido até duas viaturas. Embora já não exista incentivo para os ligeiros de passageiros quando se trata de uma empresa, em qualquer um dos casos existe a dedução do valor do IVA. Para além disso, existe ainda a isenção da tributação autónoma, e a dedução possível no IRC.

Os benefícios mantém-se após a compra, tanto para particulares como para empresas. Para além da isenção do imposto de circulação (IUC), ainda existe a possibilidade de pagar um valor anual de 12€ para ficar isento do pagamento de estacionamento.

Os benefícios na aquisição e utilização de um carro 100% elétrico são muito significativos

Por outro lado, os carros elétricos são, cada vez mais, uma solução viável. Em primeiro lugar as autonomias são cada vez maiores e já permitem uma utilização bem para lá da cidade. Em segundo, a rede de postos de carregamento não só é cada vez mais fiável, como tem aumentado significativamente. A 1ª Volta Elétrica a Portugal, vem provar isso mesmo!

Posto isto, aqui fica a lista de todos os carros elétricos à venda no mercado nacional, com informação da capacidade da bateria, e respetivo preço. Deixemos de parte as autonomias. Afinal, como em qualquer outro automóvel, elas vão depender em muito do tipo de andamento e da utilização. De referir apenas que os valores indicados na lista correspondem ao preço base das versões com a bateria mais reduzida, sempre que exista mais do que uma para o modelo em causa. Divididos por escalão de preço, é só escolher, de acordo com a carteira…

Preço. Os mais acessíveis, até 20 000€…

Naturalmente só o Dacia Spring consegue neste capítulo ser uma proposta considerada “normal”. O Renault Twizy ainda se vende, mas a sua utilização com os dois lugares (um à frente do outro) e as restantes condicionantes fazem dele um veículo muito limitado. O Citroën Ami está a chegar ao mercado. É mais polivalente que o Twizy e custa praticamente metade, mas continua com dois lugares e algumas limitações, como a velocidade máxima de 45 km/h ou a autonomia de apenas 70 km.

Dacia Spring. O elétrico mais barato do mercado já disponível

A Dacia prometeu, e cumpriu. Abriram as encomendas para o Dacia Spring, o elétrico mais acessível no mercado nacional.

Read more

Entre os 20 000€ e os 30 000€

  • SEAT Mii Electric – 🔋 36,8 kWh – 💰 21 000€
  • Smart EQ Fortwo🔋 17,6 kWh – 💰 22 845€
  • Renault Twingo ZE🔋 22 kWh – 💰 23 000€
  • Smart EQ Forfour – 🔋 17,6 kWh – 💰 23 795€
  • Fiat 500e – 🔋 70 kWh – 💰 23 800€
  • Nissan Leaf – 🔋 40 kWh – 💰 27 350€
  • Peugeot e-208 – 🔋 57 kWh – 💰 28 420€

Nesta secção, tanto o Fiat 500e como o Nissan Leaf oferecem duas versões de bateria. No primeiro caso, para além de 70 kW, existe a de 87 kWh que acresce precisamente 3000€ à primeira (26 800€). Já o Nissan Leaf disponibiliza uma versão de 62 kWh e que está disponível a partir de 32 100€ com todas as campanhas em vigor.

Dos 30 000€ aos 40 000€

O carro elétrico da Honda apresenta uma outra versão denominada de Advance. Tem uma superior capacidade de bateria e um acréscimo de preço para 38 885€. Todavia, oferece menos autonomia. Também os Volkswagen ID.3 e ID.4 oferecem mais do que um nível de capacidade de bateria. Os Kia e-Soul e e-Niro bem como o Hyundai Kauai, estão ambos disponíveis também na versão de 64 kWh. Qualquer um deles a partir de 41 000€ aproximadamente. O SUV elétrico da Skoda também está disponível com mais duas versões de bateria, 62 kWh e 82 kWh.

Entre os 40 000€ e os 50 000€

O Audi Q4 e-tron também está disponível em outras versões com uma bateria de 82 kWh. A BMW disponibiliza a versão i3s do i3 por 45 900€, mas tem a mesma capacidade de bateria oferecendo apenas mais potência. Ao mesmo tempo, também o novo automóvel elétrico da Kia, o EV6, vai chegar ao mercado no último trimestre do ano, com numa versão com bateria de maior capacidade (77,4 kWh). A Opel Zafira-e está também disponível com bateria de 75 kWh. Similarmente, o Ford Mustang Mach-E está disponível com uma outra versão de 99 kWh bem como tração traseira ou integral.

Dos 50 000€ aos 60 000€

Neste escalão de carros elétricos, a luta bate-se para já entre o EQA e o Model 3, sem grandes hipóteses para já para o modelo alemão, dado os anos de avanço do modelo de Elon Musk. Posteriormente a Mercedes-EQ irá disponibilizar o seu elétrico de entrada de gama, em outras versões onde se inclui também uma versão com sistema 4MATIC.

Entre os 60 000€ e os 70 000€

Neste intervalo de preços as ofertas ainda não são muitas, mas prometem! Qualquer um dos modelos que aqui encontramos resultam já de alguma experiência de cada um dos construtores, mas ainda não chegaram ao mercado. Contudo, qualquer um deles é ansiosamente aguardado.

Dos 70 000€ aos 80 000€

  • BMW iX3🔋 74 kWh – 💰 72 600€
  • Audi e-tron – 🔋 64,7 kWh – 💰 72 719€
  • Audi e-tron Sportback – 🔋 64,7 kWh – 💰 75 388€
  • Mercedes-EQ EQV 300 – 🔋 90 kWh – 💰 77 441€
  • Mercedes-EQ EQC 400 – 🔋 80 kWh – 💰 78 450€

Quando chegamos a estes valores, as opções elétricas existem mas apenas com uma versão de bateria. Inegavelmente são as versões 100% elétricas dos modelos SUV de média gama dos construtores premium.

Acima dos 80 000€

  • Jaguar I-Pace – 🔋 90 kWh – 💰 81 787€
  • Porsche Taycan – 🔋 79 kWh – 💰 87 127€
  • Tesla Model S – 🔋 95 kWh – 💰 90 990€
  • Porsche Taycan Cross Turismo🔋 79 kWh – 💰 97 582€
  • Tesla Model X – 🔋 95 kWh – 💰 99 990€
  • Audi e-tron GT🔋 93,4 kWh – 💰 106 618€
  • Mercedes-EQ EQS 450+ – 🔋 90 kWh – 💰 110 000€ (estimado)

Aqui já falamos do topo dos topos no que diz respeito a carros elétricos! A gama Taycan da Porsche começa com uns “modestos” 87 127€. Contudo as variantes são algumas nas duas versões Taycan e Taycan Cross Turismo. Este último, na variante Turbo S tem um preço base de praticamente 195 000€! Surpreendentemente, a berlina de luxo da Mercedes-EQ também está disponível na versão EQS 580 4MATIC com uma bateria de 108,8 kWh!

Por fim, só falta escolher de acordo com o pretendido, sendo certo que, para além de uma poupança significativa, irá contribuir para uma melhor sustentabilidade.