Mercedes EQA: Revelado o crossover elétrico de entrada na gama EQ

Mercedes EQA 250. Assim se chama o novo Crossover elétrico da Mercedes para a base da gama EQ. Chega na Primavera ao mercado Toda a informação em mais um artigo Escape Livre.

Apresentado hoje em formato digital, o Mercedes EQA é agora o modelo de acesso à gama elétrica da Mercedes, após o lançamento do EQC. A saber, o novo EQA não dispõe de uma plataforma específica para modelos elétricos. Este é baseado na plataforma MFA que suporta os Classe A, GLA, B e GLB.

O Mercedes EQA e GLA partilham o chassis, com algumas adaptações de forma a receber uma bateria. Contudo, a produção realiza-se na mesma fábrica, em Rastatt, na Alemanha.

GLA é irmão

No exterior a Mercedes procurou diferenciar ligeiramente a dianteira e a traseira do EQA com grupos óticos distintos, uma grelha diferente e novos para-choques. À retaguarda mudou a porta da bagageira que viu nascer uma nova fila de LED, e a matrícula foi reposicionada.

Em contrapartida, no interior as semelhanças entre GLA e EQA são bastante maiores. Nele encontra-se o mesmo desenho do tablier, claramente dominado pelo duplo ecrã do sistema MBUX, já conhecido dos muitos ensaios que realizamos.

Mercedes-Benz GLA 200d. ESQUEÇAM o anterior!

A nova geração do Mercedes-Benz GLA é em tudo diferente da anterior. Cresceu e evoluiu de forma significativa criando uma identidade própria.

Read more

Surpreendentemente no nosso mercado o equipamento de série é bastante completo, contando com os dois ecrãs de 10.25″ do MBUX, a camara traseira, os espelhos rebatíveis, o assistente de ângulo morto, a portão da bagageira elétrico, as jantes de 18″ e a iluminação LED.

Com 4,463 m de comprimento, 1,834 de largura 1,620 de altura, o espaço interior não se altera face ao que já conhecemos do Mercedes- Benz GLA e fica apenas por apurar se colocar a bateria no piso do EQA reduz o conforto dos passageiros traseiros. Ainda assim, a bagageira tem uma capacidade de 340 litros. Estão disponíveis, como habitualmente, os pacotes AMG, Night e Eletric Art para este que é o segundo Mercedes elétrico da nova submarca Mercedes-EQ.

EQA 250 é tração dianteira, mas há mais versões a caminho…

Para já, no lançamento, o novo mais recente Mercedes elétrico só está disponível na versão 250. No que respeita ao conjunto motriz, este possui um motor elétrico de 190 cv e 375 Nm de binário, fabricado pela ZF, que é alimentado por uma bateria de 66,5 kWh. Assim, a tração é dianteira e a regeneração de energia é controlada pelas patilhas no volante.

A capacidade máxima de carregamento DC é de 100 kW, portanto 30 minutos chegam para levar a bateria até aos 80% de carga. A autonomia homologada em WLTP é de 426 km, como resultado do consumo de 17,7 kWh/100 km. Entretanto, o EQA cumpre a tradicional aceleração 0-100 km/h em 8,9 s e a velocidade máxima é de 160 km/h.

Posteriormente a gama EQA terá novas versões disponíveis, nomeadamente uma versão com dois motores elétricos e tração integral, bem como outra derivação com mais de 500 km de autonomia.

O Mercedes EQA 250 chegará a portugal durante a primavera, não existindo ainda preços conhecidos.

close

Subscreve a nossa Newsletter "Livre Trânsito"!