Miguel Oliveira vence GP de Portugal. Não é sorte, é talento!

Miguel Oliveira fez história em Portimão ao vencer o GP de Portugal de motoGP, fechando da melhor forma a temporada 2020.

A 22 de novembro de 2020 fez-se história! História em Portugal, mais concretamente no Autódromo Internacional do Algarve. O português Miguel Oliveira arrecadou tudo o que podia arrecadar na última prova do campeonato de MotoGP 2020.

Para além de uma qualificação exemplar que lhe garantiu a pole position para o GP de Portugal de MotoGP, Miguel Oliveira fez ainda melhor durante as 24 voltas da corrida este domingo. Um domínio absoluto sobre os adversários que o levou também à volta mais rápida da corrida, fechando com o melhor que podia ambicionar em Portimão, a vitória! Assim o fez!

O piloto da KTM Tech3 soube tirar vantagem de “correr em casa”, conhecendo bem o circuito de Portimão, revelando-se implacável para os adversários, apesar das dificuldades sentidas por alguns pilotos num traçado exigente.

Depois da desgraça do Grande Prémio de Fórmula 1 ao nível do cumprimento das regras da DGS, a festa em Portimão foi contida, com a ausência de público no Circuito do Algarve e com as medidas de recolher obrigatório. Ainda assim Oliveira demonstrou bem a felicidade por mostrar que “em Portugal mandam os Portugueses”! A derradeira festa fez-se nas redes sociais com as publicações de apoio e felicitações ao piloto português.

Ainda no decorrer das qualificações, o extraordinário circuito de Portimão foi palco de imagens impressionantes tal como demonstra o site oficial do MotoGP. Momentos de cortar a respiração!

Veja aqui o excelente arranque para aquela que viria a ser a sua segunda vitória numa prova do motoGP.

Excelente começo no motoGP

Foi em 2019 que Miguel Oliveira cumpriu a sua primeira época como piloto do campeonato do mundo de MotoGP mantendo a sua ligação com a KTM ao integrar a equipa da Tech3, a nova estrutura satélite do construtor austríaco. Numa época sempre em crescendo conseguiu como melhor resultado um fantástico oitavo posto no circuito austríaco do Red Bull Ring. Terminou o ano com 33 pontos conquistados depois de uma lesão sofrida em Silverstone lhe condicionar as prestações nas últimas corridas do ano.

Já em 2020, o piloto Português da KTM Tech3 havia conquistado a sua primeira vitória no Campeonato do Mundo de MotoGP. Foi com uma manobra arrepiante que conseguiu ultrapassar os seus adversários Jack Miller e Pol Espargaró na última curva do circuito Red Bull Ring, na Áustria. Mais um momento também ele para a história, assim como esta sua segunda conquista ao lugar mais alto do pódio.

O piloto português termina assim na 9ª posição do mundial de motociclismo, a prova rainha nas duas rodas. Parabéns Miguel!

Leaderboard autopromoção Escape Livre