DS Aero Sport Lounge, o SUV elétrico do futuro

Com estreia marcada para o Salão Internacional de Genebra, entretanto cancelado, o DS Aero Sport Lounge foi revelado online a partir de Paris.

O DS Aero Sport Lounge inaugura uma nova silhueta automóvel, destinada a valorizar a eficiência aerodinâmica como um vetor de vanguarda e de desejo. Este concept da DS Automobiles estende os limites do luxo automóvel num ambiente tecnológico e requintado, numa mescla de materiais nobres.

O habitáculo estreia uma utilização artesanal de materiais com recurso a palha, algodão acetinado e tecidos tridimensionais e luminosos, sublinhando uma nova filosofia “Future Craft”.

Na frente, incorpora uma grelha rasgada por duas entradas de ar laterais, para dirigir o fluxo de ar para as rodas de 23”. Tudo isso para reduzir o efeito de arrasto e maximizar a eficiência aerodinâmica.

A grelha faz-se acompanhar por faróis Matrix LED Vision e uma variedade de sensores que lêem a estrada, como ainda pelo “DS Light Veil”. A frente incorpora ainda um ecrã em redor do símbolo “DS” iluminado, por trás de um vidro concebido por materiais compósitos.

A assinatura luminosa E-Tense é ainda o símbolo de um motor elétrico de 500 kW (traduzido nuns generosos 680 cv de potência) conectado a uma bateria de 110 kWh. Em termos de performance, a DS Automobiles anuncia que este é capaz de cumprir dos 0 aos 100 km/h em apenas 2,8 segundos.

Esta bateria de nova geração foi estrategicamente colocada no piso inferior para reduzir o centro de gravidade, permitindo ainda autonomias superiores a 650 km. A sua tecnologia é herdada da Formula E (representada pela DS Techeetah, onde corre o português António Félix da Costa).

DS 9. Não é SUV e está a caminho de Genebra

A uma semana do Salão de Genebra 2020, a DS Automobiles lança o DS 9, uma berlina de luxo que passa a ser o topo de gama da marca francesa.

Read more

Um interior ao nível “DS”

Por dentro, o DS Aero Sport Lounge revela-se bastante minimalista, luxuoso e despojado de ecrãs digitais (convencionais). Além disso, encontramos alguns materiais pouco comuns, como a palha ou o cetim, que dão ao interior do DS um requinte e personalizações inigualáveis.

Os ecrãs tradicionais foram substituídos por duas tiras de cetim (o mesmo material usado nos bancos), onde são projetadas todas as informações necessárias à condução. Tais informações são também projetadas, por meio de realidade aumentada, no próprio para-brisas.

Está ainda disponível um sistema de inteligência artificial denominado de “Iris”, que responde a controlos de voz dos utilizadores.