Suzuki Vitara entra na tecnologia Mild Hybrid

Com o Suzuki Vitara Hybrid 48v o constutor pretende a redução dos consumos e das emissões, apostando ainda no preço e no equipamento.

A Suzuki aposta novamente na tecnologia híbrida e lança o novo Vitara Hybrid 48v. O modelo já está disponível na rede de concessionários, com preços a começar nos 23 956 €, e apresenta mais equipamento, melhor binário e maior poupança. O Vitara representa 43% das vendas da marca japonesa e pretende, com esta versão, reduzir as emissões CO2, melhorar a eficiência de consumo de combustível e oferecer tecnologia híbrida num verdadeiro SUV 4×4.

A Suzuki introduz a tecnologia Mild Hybrid na sua gama Vitara com o novo motor K14D 1.4 Boosterjet. O objetivo é um baixo consumo de combustível, melhor binário e mais potência. Passa agora a incorporar o sistema Mild Híbrido (semi híbrido) de 48V SHVS que aumenta a eficiência do combustível e melhora a experiência de condução, ao oferecer uma voltagem superior ao convencional sistema de 12V introduzido noutros modelos da gama.

A tecnologia Mild Hybrid de 48V permite uma redução em termos de emissões de cerca de 15%, enquanto que o consumo combinado WLTP da versão ALLGRIP reduz cerca de 1,2 l aos 100km, permitindo também uma redução relevante ao nível dos custos em combustível.

Novo motor com resposta mais rápida

O novo motor 1.4 Boosterjet de injeção direta de combustível do Suzuki Vitara Hybrid 48v oferece um binário máximo de 235 Nm às 2000 rpm comparativamente com os 220 Nm do seu antecessor. Por sua vez, o sistema SHVS (Smart Hybrid Vehicle by Suzuki) integra um gerador ISG (Integrated Starter Generator) 48V que abrange uma função de motor elétrico, uma bateria de íons de lítio de 48 volts e um conversor de 48V a 12V DC/DC. O sistema suporta o novo motor de combustão de 95 KW (129 cv) e fornece uma potência extra de 10 KW (14 cv), de acordo com as necessidades de condução. Com a combinação destes elementos é reduzido o consumo de combustível e a assistência elétrica em aceleração permite uma resposta rápida.

Suzuki Vitara Mild Hybrid 8

Os consumos combinados do Suzuki Vitara Hybrid 48v na versão de tração dianteira são de 5,7 l/100 km e na ALLGRIP de 6,2 l/100 km. As emissões em ciclo WLTP são de 129 e 141 g/km, respetivamente.

O novo Suzuki Vitara Hybrid 48v surge agora com novos faróis LED e está equipado com as últimas tecnologias. Em matéria de segurança dispõe de série em todas as versões do DSBS (Dual Sensor Brake Support), que inclui alerta de mudança de faixa, assistente de mudança de faixa e alerta anti fadiga. Para além disso, disponibiliza também o sistema de reconhecimento de sinais de trafego, deteção de ângulo morto e alerta de tráfego posterior. Inclui ainda controlo de travagem de emergência autónoma com reconhecimento de peões e o cruise control adaptativo.

Duas trações e dois níveis de equipamento

Em matéria de segurança ativa destaca-se o sistema de tração 4WD ALLGRIP que permite selecionar entre quatro modos de condução (Auto, Sport, Snow e Lock). Estes proporcionam a máxima tração em qualquer circunstância. O sistema ALLGRIP, exclusivo da Suzuki, foi refinado para oferecer maiores níveis de emoção, segurança e diversão.

O Vitara está disponível nas versões GLE e GLX, ambas a integrar tração dianteira ou sistema ALLGRIP. A palete de cores inclui oito combinações possíveis com pintura bitone e cinco cores metalizadas, adicionando agora o Branco Superior e Vermelho Bright.

Como packs opcionais de personalização, os Rugged e Urban apresentam novos retrovisores, spoiler dianteiro, molduras laterais e embelezadores na grelha frontal e para-choques.

O novo Vitara 1.4 Boosterjet Mild Hybrid encontra-se já disponível na Rede de Concessionários Suzuki. Os preços situam-se entre os 23 950€ e os 28 100€ na versão ALLGRIP mais equipada (preços de campanha).

Impressões de condução positivas

Ao volante, em estradas da vizinha Espanha, tivemos oportunidade de confirmar a razão de sucesso do Vitara, que agora com esta nova versão híbrida tem motivos para continuar a ser um dos modelos mais importantes da marca e onde as versões 4×4 já são responsáveis por 40% das vendas Vitara em Portugal.

Depois de um percurso em autoestrada e em estrada de montanha, onde foi percetível a mais valia da nova motorização, houve também oportunidade de fazer uma pista todo terreno, bem escorregadia, e com grandes troços de lama, aquilatando assim do sistema Allgrip, que permite tração total.

close

Subscreve a nossa Newsletter "Livre Trânsito"!

Subscreve a nossa Newsletter "Livre Trânsito"!