Novo Honda Jazz estreia em Genebra como híbrido

Em estreia europeia no salão de Genebra a Honda mostra a nova geração do Honda Jazz e:HEV, exclusivamente disponível com uma motorização híbrida.

Apesar de já o ter revelado por ocasião do último Salão de Tóqui0, a Honda mostra em Genebra, e em estreia europeia, a nova geração do Honda Jazz, modelo importantíssimo na estratégia da marca nos mercados japonês e europeu. É o único modelo da Honda no segmento B e portanto os engenheiros do construtor nipónico entregaram um conjunto de alterações importantes que fazem do novo Honda Jazz um modelo totalmente novo.

Exposta em estreia europeia, a nova motorização que equipa o Honda Jazz denomina-se e:HEV, e pela primeira vez vai estar exclusivamente disponível com uma motorização híbrida, combinando um motor 1.5 litros a gasolina com dois motores elétricos e uma bateria de iões de lítio.

A potência total é de 109 cv, o que permite acelerar até aos 100 km/h em 9,4 segundos. A velocidade máxima é de 175 km/h e os consumos homologados em ciclo WLTP são de 4.5 l/100 km. As emissões de CO2 homologadas ascendem aos 102 g/km (110 g/km para o Crosstar).

A gestão do sistema híbrido do Jazz é feita automaticamente pela caixa de tipo CVT e pode assumir três momentos:

  • No primeiro a condução é 100% elétrica;
  • Num período de transição o motor a gasolina fornece energia ao motor elétrico;
  • Por fim é o motor de combustão que está diretamente ligado ás rodas, gerando movimento;
Honda Jazz 2
Honda Jazz

Crosstar com ar de SUV

Para quem preferir um visual mais robusto, numa espécie de SUV de cidade, a Honda introduz na gama Jazz a versão Crosstar. Esta introduz uma maior altura ao solo, pára- choques em preto e tejadilho bicolor.

Honda Jazz 4

Conectividade Reforçada

Nesta nova geração a conectividade foi reforçada e o Jazz passa a ter ligações Android Auto e Apple Carplay sem fios. No que respeita à segurança passam a estar disponíveis o cruise-control adaptativo e os sistemas de manutenção de faixa e de ângulo morto. Também o alerta de colisão frontal foi revisto para melhor detecção de peões e ciclistas.

Outra das estreias no citadino da marca nipónica é o Honda Personal Assistent que, através de inteligência artificial, possibilita a comunicação por voz com o veículo através da expressão “OK Honda”. Com os seus conteúdos reforçados, o Jazz dão descurou a versatilidade que sempre o caracterizou. Os habituais “bancos mágicos”, que rebatem costas e base separadamente, continuam a ser equipamento de série.

O novo Honda Jazz e:HEV vai chegar ao mercado nacional no verão, mas antes disso vamos conhecê-lo “pessoalmente”, já daqui a uma semana no Salão de Genebra 2020 em que vamos marcar presença.

Leaderboard autopromoção Escape Livre