DS 9. Não é SUV e está a caminho de Genebra

A uma semana do Salão de Genebra 2020, a DS Automobiles lança o DS 9, uma berlina de luxo que passa a ser o topo de gama da marca francesa.

Construído com base na plataforma EMP2, do grupo PSA – a mesma do Peugeot 508 – o novo DS 9 foi revelado ontem e apresenta-se num estilo vanguardista e com linhas de um coupé de quatro portas. Talvez a segunda moda mais procurada, depois dos SUV. Será o terceiro modelo da nova marca independente DS – a par com o DS 3 Crossback e DS 7 Crossback – e inclui tudo o que a DS nos tem vindo a habituar ao longo dos últimos anos: tecnologia de ponta combinada com materiais de luxo.

DS 9 vista de frente em Paris

O modelo foi revelado ontem através do Facebook da marca e é o primeiro modelo da DS sem a terminação Crossback, que identifica os SUV do construtor francês. A sua estreia, juntamente com outra ainda não revelada, está marcada para o próximo Salão Automóvel de Genebra, já na próxima semana.

Conforto, no seu expoente máximo

Como nos tem vindo a habituar, a DS Automobiles prima pelo conforto e luxo a bordo, e tem como objetivo oferecer uma experiência de primeira classe a quem nele viaja. Por isso, introduziu o conceito “DS Lounge”, que conta com bancos aquecidos, refrigerados, e com massagem, tanto nos dianteiros como nos traseiros – uma estreia absoluta no segmento. Além disso, o espaço a bordo é digno de um premium, tudo para proporcionar a melhor experiência a quem nele viaja. O interior é revestido a couro com apontamentos em cromado, num estilo minimalista requintado.

Como é habitual na marca, os futuros donos do DS 9 podem optar por uma das quatro alternativas. “DS Inspirations” – Bastille, Rivoli, Ópera e Performance Line. O som fica a cargo da FOCAL®, através do sistema de som “FOCAL Electra”.

Tecnologia a par com a segurança

Recorrendo às mais recentes tecnologias, o DS 9 é capaz de proporcionar um ambiente a bordo sem igual, maximizando o conforto e segurança aos seus ocupantes. Através do sistema “DS Active Scan Suspension”, o DS 9 é capaz de ler e antecipar as irregularidades da estrada, preparando o amortecimento de cada roda.

Nas tecnologias de assistência à condução, o DS 9 traz consigo o sistema “Drive Assist”, um sistema de condução semi-autónomo de nível 2, capaz de ler o ambiente à sua e controlar a velocidade e condução, sempre com supervisão do condutor. Além da travagem de emergência automática, é capaz ainda de ler sinais e detetar peões, ciclistas e animais até 100 metros, incluindo à noite.

DS 7 Crossback – Distinto Sedutor

A sigla DS remonta aos anos 50, e era sinónimo de tecnologia e conforto. Agora, como marca independente desde 2014, é tudo isso e muito mais com este DS 7.

Read more

Ao nível da iluminação, o DS 9 conta com cinco níveis diferentes de utilização que alternam automaticamente, quer esteja em cidade, estrada, auto-estrada ou em condições meteorológicas adversas.

Uma aplicação de smartphone poderá ainda substituir a chave do DS 9, que possibilita o destrancamento e abertura de portas sem a necessidade de uma chave física. Além disso, é possível ainda partilhar essa mesma “chave” com outros cinco dispositivos, que podem ser controlados remotamente.

DS 9 7

Motores híbridos, e não só!

Numa primeira fase, a motorização ficará a cargo do novo grupo propulsor E-Tense híbrido plug-in. Este tem uma combinação do motor PureTech 1.6 l turbo de 110 cv (80 kW) com um motor elétrico de 11.9 kWh (capaz de percorrer entre 40 a 50 km em modo totalmente elétrico – WLTP), e que em conjunto debitam 225 cv e 320 Nm

Para carregar a bateria, o DS 9 híbrido plug-in vem equipado com um carregador que pode ser usado em pontos de carregamento públicos ou domésticos. São precisas apenas 1h 30m para completar uma carga completa.

Mais tarde chegarão ainda ao mercado dois outros grupos propulsores E-Tense. O primeiro de 250 cv com tração dianteira e maior autonomia, e um segundo de 360 cv de tração integral inteligente. Para além desses, está também agendado o lançamento de uma outra motorização exclusivamente a gasolina, um PureTech de 225 cv. Em todas elas, caixa de velocidades é automática e de oito relações. 

A previsão de chegada do DS 9 ao mercado está marcada para a segunda metade do ano, naturalmente ainda sem preços divulgados. Com quase cinco metros de comprimento, a berlina luxo francesa terá como concorrentes o Volvo S60, o Audi A4 ou A5, o BMW Série 4 GrandCoupé, ou o Mercedes-Benz Classe C.