Single Seater Series está de volta em 2020

Em 2020 os monolugares regressam às pistas nacionais com o Single Seater Series promovido pela Motor Sponsor. O calendário e regulamento já foram apresentados.

Foi no parque tecnológico Coimbra iParque, onde serão as novas instalações da Chronolive, que a Motor Sponsor promoveu uma apresentação, aos Pilotos e Equipas, das suas propostas para a Single Seater Series 2020.

Durante a apresentação, foram debatidos vários pontos entre todos os presentes, numa sessão bastante produtiva de onde saíram algumas conclusões.

Desde logo, a alteração do nome Fórmula Ford Portugal para Single Seater Series. Decisão tomada com base em existirem diversas marcas de motores na grelha de partida. Foi também decidido a redução de custos ao passar o calendário para quatro jornadas ao invés de cinco.

Single Seater Series 2020

Assim, o calendário provisório será composto pelas seguintes provas:

  • 28 e 29 de março – Estoril
  • 6 e 7 de junho – Braga
  • 5 e 6 de setembro – Estoril
  • Outubro/Novembro – Algarve (por definir)

A alteração do formato das jornadas com o aumento de duas para três corridas foi outro ponto discutido. Assim, existirão duas semifinais e uma final. Cada semifinal valerá metade dos pontos da final. A grelha para a primeira semifinal é definida pelos treinos cronometrados. Para a segunda semifinal e final pelas voltas mais rápidas das mangas antecedentes.

O valor da inscrição mantém-se o mesmo: 450€ + seguro + IVA com a oferta de boxes partilhadas;

Novas categorias e redução de custos

Criação da Single Seater Classic de forma a promover os vários fórmulas clássicos que estão parados nas garagens. Esta categoria terá comunicação dedicada e será dividida em quatro classes: 60/70/80/90.

Em termos de regulamentação técnica mantém-se tudo inalterado, havendo apenas um ajuste ao BOP da categoria Tuga, que durante a época será ajustado individualmente a cada Piloto.

À semelhança do que acontece com o Troféu C1 Learn & Drive, também promovido pela Motor Sponsor, a Nankang passa a ser fornecedora de pneus nas categorias onde eram utilizados Toyo. Esta alteração visa também uma redução de custos.

Para além destas, deixa de ser obrigatório ter a centralina fornecida pela organização para pontuar na categoria zetec. No entanto, tem de ser comprovado em banco de potência que os valores entre a centralina original e a da organização são iguais. Esse teste tem de ser feito antes das provas e a centralina será devidamente selada.

Os fórmulas com asas terão porta aberta, numa grelha à parte, caso existam no mínimo dez participantes.

Chronolive também com novidades

Por fim, a Chronolive apresentou soluções especificas para a Single Seater Series. Displays que para além de todos os parâmetros normais (tempos por volta, temperaturas, pressões de travagem, etc) permitem comunicação bidirecional entre o carros e as boxes em tempo real.

Sistema Chronolive para Single Seater

No final da reunião foi de notar uma grande vontade entre todos os presentes em trabalhar em conjunto, de forma a voltar a encher as grelhas da Single Seater Series já em 2020.

Subscreve a nossa Newsletter "Livre Trânsito"!

close

Subscreve a nossa Newsletter "Livre Trânsito"!

Leaderboard autopromoção Escape Livre