O MINI 100% elétrico está finalmente a caminho

Dez anos depois do primeiro protótipo, o MINI Cooper SE, primeiro modelo 100% elétrico do construtor, vai finalmente chegar ao mercado.

Já lá vão dez anos desde que a MINI pensou em electrificar o Cooper para fazer face ás tendências de eletrificação do mercado. Nessa altura as baterias eram muito maiores e ocupavam todo o espaço reservado ao banco traseiros. O MINI E, assim era chamado, nunca chegou ao meracdo, e serviu para a marca fazer um teste em condições reais de utilização com uma frota de 500 automóveis.

Uma década depois o construtor revela o resultado final em fase de produção. Só agora a MINI lança então a versão de produção em série, denominada de MINI Cooper SE. A versão 100% eléctrica do MINI, já baseada na geração mais atual do seu modelo (F56) chegará no início de 2020.

O interior mantém-se inalterado face ás restantes versões da gama, pois a única novidade prende-se com o novo conjunto de manómetros digital colocado em frente ao condutor.

Demorou mas foi

Equipado com um motor eléctrico que oferece 184 cv, o Cooper SE possui uma bateria de iões de lítio que permite uma autonomia homologada entre os 235 e os 270 km (WLTP). Esta bateria de 32,6 kWh encontra-se colocada no chão do veículo não criando, assim, nenhuma penalização no espaço interior nem na bagageira do MINI. É possível carregar com corrente AC ou DC, demorando duas horas e meia para atingir 80% da sua capacidade, em condições ideiais.

O MINI Cooper SE acelera até aos 100 km/h em 7,3 s, e para melhorar a sua autonomia a velocidade máxima foi limitada aos 150 km/h. A marca britânica, propriedade do grupo BMW, abriu recentemente um programa de pré-reservas, antes do lançamento no mercado em janeiro de 2020, e que conta já com 50.000 interessados.

Potência e travagem regenerativa cruciais

Para provar que potência não lhe falta, a MINI chegou mesmo a filmar o MINI Cooper SE a puxar um Boeing 777F da Lufthansa Cargo com mais de 150 toneladas.

Mais recentemente, e no final do período de testes, a MINI levou o Cooper SE ao Nurburgring.  O objetivo não foi o de bater nenhum record, mas sim para mostrar o nível da travagem regenerativa. Este é manualmente definido através de um botão no habitáculo e possui dois níveis. Foi assim possível efetuar uma volta ao mítico circuito alemão sem ser necessário utilizar os travões.

O MINI Cooper SE já está pode ser reservado em Portugal e a MINI pede por ele um valor a começar nos 34 400€. Está disponível em quatro versões de equipamento e apenas com três portas.