Valorpneu apresenta 1º estudo nacional do SGPU

Está registada a primeira “fotografia” o setor dos pneus usados. A Valorpneu acaba de divulgar as necessidades e o conhecimento dos agentes da rede SGPU.

A Valorpneu apresentou o primeiro estudo a nível nacional sobre o Sistema Integrado de Gestão de Pneus Usados (SGPU) e o contributo da Valorpneu. O estudo deriva das visitas e inquéritos realizados desde janeiro deste ano, no “Circuito Portugal 2019”. Foram abordados cerca de 3.400 detentores de pneus usados em todo o país, incluindo ilhas e envolveu 770 visitas mensais, ao longo de seis meses.

Os resultados do estudo foram revelados na sessão de encerramento do 17º encontro anual da Valorpneu, que teve lugar em Cinfães. O objetivo passou por fazer uma primeira caracterização do setor. Serviu também para conhecer as práticas de cada detentor, o seu nível de conhecimento sobre o sistema, e escutar anseios e preocupações. Tudo, com vista a aproximar a relação entre estes agentes e a Valorpneu e conhecer melhor as necessidades do setor.

17º Encontro Valorpneu 1

Balanço geral positivo

As regiões Norte e Sul revelaram ser as que melhor conhecimento têm sobre o funcionamento do SGPU. Mais de metade dos detentores (53%) revelam um bom conhecimento sobre o mesmo e 65% encontram-se acima do nível de satisfeitos com o contributo da Valorpneu enquanto gestora deste sistema. O balanço é positivo e surpreendente.

Depois de 6 meses a percorrer o país de norte a sul, passando pelas ilhas, a relação da Valorpneu com todos os intervenientes no sistema sai reforçada, o compromisso com a sustentabilidade solidificou-se e temos agora uma radiografia única do setor que nos ajudará a contribuir para a evolução do sistema e para colmatar as principais dificuldades destes agentes, que todos os dias são responsáveis por gerir este importante recurso que são os pneus em fim de vida

Climénia Silva, Diretora Geral da Valorpneu

Necessidade de mais centros de receção

Embora 94% dos detentores de pneus usados se considerem satisfeitos ou plenamente satisfeitos com o sistema, a maioria identificou, como principal necessidade, o aumento do número de centros de receção. Para este facto, a Valorpneu já está alerta e a implementar medidas concretas.

O ponto de equilíbrio não é fácil de encontrar: Contudo, perante os resultados do estudo foi feita uma análise detalhada à geração de pneus usados por distrito e à respetiva capacidade de armazenagem contratada nos diversos concelhos, de modo a identificar lacunas e prevenir zonas com potencial risco. Nesse sentido, foram já ajustados os “Critérios de Seleção de Centros de Receção de Pneus Usados”, que estão na base dos concursos para adjudicação do serviço de armazenagem temporária de pneus, de forma a colmatar dificuldades. Há ainda um longo trabalho a desenvolver, mas este é já um passo importante

Climénia Silva, Diretora Geral da Valorpneu

Também ao nível de conhecimento da legislação o balanço do estudo é positivo, já que “76% dos inquiridos confirmaram conhecer a legislação associada à gestão de pneus usados e 86% têm conhecimento que decorrem da legislação obrigações para a sua empresa, o que nos deixa francamente satisfeitos”, refere Climénia Silva.

Metais Jaime Dias vence novamente

Prémio Desempenho Valorpneu 2019

No 17º encontro anual da Valorpneu foi ainda atribuído do Prémio de Desempenho de Centro de Receção da Rede Valorpneu. A empresa Metais Jaime Dias, vencedora pela quarta vez, facto até agora inédito, recebeu o prémio de 5 mil euros. A empresa, pertencente à rede Valorpneu desde 2004, está sedeada na Trofa e desenvolve a sua atividade essencialmente na gestão global de resíduos industriais, sendo uma referência pela qualidade do serviço prestado. Esta escolha foi realizada com base em critérios pré-definidos e no desempenho obtido no período correspondente ao 2.º semestre de 2018 e ao 1.º semestre de 2019. Os resultados foram validados pela empresa de auditoria Ernst & Young.

O 17º encontro anual da Valorpneu, que teve lugar em Cinfães, juntou toda a equipa envolvida nas operações diárias, bem como parceiros e dirigentes de importantes entidades públicas. Contou ainda com a presença da Associação Portuguesa do Ambiente. Seguindo a estratégia habitual de juntar o útil ao agradável, o programa deste ano deu a conhecer a região do Douro. Também o Escape Livre, atento ao setor, esteve presente no encontro deste parceiro.

Valorpneu banner
close

Subscreve a nossa Newsletter "Livre Trânsito"!

Subscreve a nossa Newsletter "Livre Trânsito"!