Mercedes-Benz CLA. Nova geração mantém-se referência?

A segunda geração do CLA, o mais pequeno Coupé da Mercedes-Benz, recebeu importantes alterações que o colocam com especial destaque no segmento.

A Mercedes-Benz está decidida em aumentar a sua oferta na gama de veículos compactos. O CLA é não só um modelo de sucesso para a marca, como um dos que mais contribui para o volume de vendas.

Em 2013, o Mercedes-Benz CLA enfrentou largas listas de espera para novos clientes que viam neste modelo uma proposta mais jovem e apelativa. Desde então, o CLA e CLA Shooting Brake já vendeu mais de 750 mil unidades, a maior parte dentro de uma faixa etária mais jovem, importante para o posicionamento e rejuvenescimento da marca.

Sem perder as linhas elegantes que caracterizam o modelo Coupé, a nova geração agora disponível assume características de design ainda mais aprimoradas. É o caso da frente mais afunilada, da linha de perfil menos vincada que lhe confere mais elegância, e também da secção traseira, onde os novos grupos óticos e o reposicionamento da chapa de matrícula fazem toda a diferença.

Mantém-se as portas sem molduras nos vidros e a versão AMG, que como é costume atribui ao modelo um aspeto ainda mais desportivo, apelando à condução mais emotiva.

No primeiro ano de comercialização, o novo Mercedes-Benz CLA também estará disponível numa edição especial, a Edition 1, com um valor acrescido de 2500€. Diferencia-se esteticamente das restantes com pormenores em laranja, tanto no interior como no exterior.

“Olá Mercedes!”

No interior também surgem fortes alterações, nomeadamente com a inclusão no novo sistema MBUX estreado no Mercedes-Benz Classe A, com os dois ecrãs totalmente personalizáveis e de elevada qualidade e definição. O sistema permite a execução de diversas funções do automóvel através de um diálogo com o assistente, sempre iniciado com as palavras “Olá Mercedes“. O MBUX Interior Assist facilita a utilização do veículo através do controlo por voz e reconhece as respostas num crescente número de temas. As saídas da ventilação em forma de turbina são também herdadas de outros modelos do construtor.

Verifica-se também o abandono do anterior botão rotativo de controlo do sistema de info-entretenimento. Em substituição o novo CLA também já tem o novo comando com touchpad para controlo de todas as funcionalidades, incluindo o desenho de letras e números para a introdução de moradas, nomes ou números de telefone.

Mais dinâmico

O novo Mercedes-Benz CLA apresenta uma elevada largura de vias – 63 mm adicionais no eixo dianteiro e 55 mm no eixo traseiro comparativamente ao modelo antecessor – e um menor centro de gravidade. Estas são as duas principais características que melhoram a sua condução, bem como uma barra estabilizadora com maior diâmetro. A suspensão adaptativa é opcional mas permite ao CLA adaptar-se melhor às condições da estrada e da condução.

O CLA está também equipado com os mais modernos sistemas de assistência à condução, que desta forma conferem o máximo nível de segurança ativa no segmento com funções adotadas do Classe S. O CLA pode agora conduzir de forma semiautónoma graças à introdução de todos os sistemas de auxílio à condução.

Já disponível em Portugal, esta segunda geração do CLA tem para já 5 versões, para além do vitaminado CLA 35 com o carimbo AMG (60 400€). Os preços começam nos 38 mil euros do CLA 200 com o motor 1.3 de 163 cv e caixa manual, o único com esta opção. A caixa automática acresce aproximadamente 2000€. Ainda a gasolina, o CLA 250 tem um bloco 2.0 l com 224 cv e o preço começa nos 47 400€.

Diesel ainda é opção

São três as propostas Diesel para o novo Mercedes-Benz CLA. O CLA 180d é o único a dispor ainda de uma motorização de origem Renault, o 1.5 l com 116 cv. Começa nos 40 100€. Os CLA 200d e CLA 220d já estão equipados com o motor 2.0 l com 150 e 190 cv respetivamente. O primeiro começa nos 43 700€ e o segundo nos 47 750€.

Aguardamos entretanto a chegada da versão Shooting Brake, que tem agora no mercado uma forte concorrente, a Kia Proceed.

Mais equipado

A gama CLA é composta por três linhas de equipamento para além do base – Style Plus, Progressive e AMG. Para além destas, existem ainda três packs de equipamento – Advantage, Premium e Premium Plus.

O equipamento de série também aumentou. Agora contamos, para além do MBUX, com câmara de marcha-atrás, Dynamic Select com modos de condução, sensor de chuva e luz, volante multi-funções entre alguns outros.

No equipamento opcional destaque para os faróis MULTIBEAM LED, head-up display, ENERGYSING comfort, sistema de som Burmester e suspensão com controlo do amortecimento.

Ao volante do novo Mercedes-Benz CLA

Durante a apresentação do novo modelo percorremos mais de 500 km em diferentes tipos de estrada. Ainda que em pleno junho o tempo não estivesse para grandes passeios, o destino era a região do Algarve. Para Sul o percurso era feito por auto-estrada. Aqui foi possível verificar a boa aerodinâmica do modelo, com um coeficiente aerodinâmico muito baixo (Cd 0,23). Para além disso, pudemos experimentar os diversos sistemas de condução semi-autónoma, novidade no modelo, e que permitem uma condução mais relaxada e simultâneamente mais segura. Mantendo velocidades cruzeiro dentro dos limites, o nosso CLA 180d conseguiu registar uma média a rondar os 6 l.

O regresso foi feito tirando partido não só das potencialidades mais dinâmicas do CLA, como das boas curvas da Serra de Monchique, agora completamente cinzentas dos incêndios do último ano. Em modo Sport, fomos explorando a dinâmica do modelo com uma condução que ganha muito pela boa posição de condução e pelo bom tato do volante com botões capacitivos que controlam toda a informação mostrada nos dois ecrãs. A direção é precisa o suficiente e a caixa não merece críticas, pelo menos nesta versão que em termos de motor é aquela que não pressupõe andamentos mais rápidos.

Depois de 580 km, chegamos a casa com uma média de 6,7 l

O espaço e acesso aos lugares traseiros também foi melhorado e os materiais contrastam entre alguns que merecem nota muito positiva e outros que se justificaria estarem um pouco acima dado o preço do modelo. Ainda que a qualidade de construção à vista não desagrade em nada, a verdade é que apesar dos poucos km da nossa unidade, alguns ruídos e ranger na torção da carroçaria eram perceptíveis.

A estrela não é tudo

No conjunto, o modelo faz-se pagar não apenas pela estrela ao centro da grelha mas por tudo aquilo que oferece ao nível de sistemas de info-entretenimento e ajudas à condução, ambos dos mais evoluídos do segmento. Isso, uma imagem distinta e elegante e uma boa qualidade geral mantém o CLA como uma referência no segmento e garantem que, apesar do preço, o volume de vendas continuará a aumentar.

Leaderboard autopromoção Escape Livre